PMJP prossegue restaurando calçadas do Centro da Capital

Por - em 37

As obras de revitalização dos passeios públicos do Centro, executadas pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), estão concentradas, esta semana, na restauração das calçadas da avenida Miguel Couto, Visconde de Pelotas, Treze de Maio e Duque de Caxias. O projeto de restauração do Governo Municipal inclui as calçadas de 14 vias, somando 23 mil metros quadrados. Essa ação integra uma série de obras que a prefeitura realiza dentro do Plano de Ações Integradas (PAI). Somente para esta ação foram destinados R$ 2,4 milhões.

O serviço nas calçadas da Miguel Couto, Visconde de Pelotas e Treze de Maio requer maior atenção dos operários devido ao grande fluxo de pessoas nas calçadas e ao comércio intenso, além existência de instalações elétricas, hidráulicas, telefônicas e rede de acesso à internet, serviços ativos e obsoletos. Todo o piso antigo está sendo retirado e substituído por blocos intertravados, o mesmo adotado no calçadão do anel interno da Lagoa do Parque Solon de Lucena.

Outro ponto importante ressaltado pelo secretário de Infraestrutura (Seinfra), João Azevedo, é com relação à acessibilidade. Ele explica que nos pontos comerciais, em geral, o próprio comerciante faz a sua calçada, muitas vezes ignorando as regras técnicas de acessibilidade, principalmente vias em declive.

“Em todas as calçadas restauradas serão construídas rampas de acesso para facilitar a locomoção de pessoas com necessidades especiais, atendendo a Norma Brasileira – ABNT NBR 9050/2004, além da implantação da sinalização táctil específica para o auxílio de pessoas portadoras de deficiência visual”, explicou. A sinalização combina linguagem binária (alerta e direcional), que informa e direciona as pessoas em seus deslocamentos, formando trilhas com precisão e segurança, garantindo maior independência e segurança na caminhada.

Patrimônio histórico – Na rua Duque de Caxias o trabalho foi retomado. No local o serviço foi interrompido pela necessidade da elaboração de um projeto elétrico. Para elaboração e execução desse trabalho foi firmada uma parceria técnica entre a Seinfra e a Energisa. O projeto prevê escavações profundas e vai exigir mais atenção com as tubulações já existentes no local, além do fato da Duque de Caxias ser uma das vias mais antigas da cidade e pode guardar surpresas para o Patrimônio Histórico da Capital. Além de restaurado o passeio público, a via será reurbanizada, incluindo iluminação, bancos e um novo monumento a Duque de Caxias.

As intervenções nas calçadas do entorno do Centro de Comércio e Serviço do Varadouro (CCSV) foram concluídas. A ação foi executada após a relocação dos comerciantes que ocupavam as calçadas para os boxes do Centro de Comércio.

A restauração das 14 calçadas deverá ser concluída até o final de primeiro semestre deste ano. Para esta primeira etapa foi destinado R$ 2,4 milhões, sendo cerca de R$ 1,4 milhão em recursos próprios e R$ 1 milhão fruto de um convênio com o Governo do Estado. Posteriormente serão liberados mais R$ 3,9 milhões.

O Projeto de Revitalização do Centro Histórico do Governo Municipal integra também as obras executadas no Parque Solon de Lucena, Ponto de Cem Réis, Padre Meira, Viaduto Damásio Franca e Centro Comercial de Serviço do Varadouro (CCSV) e ainda as obras do Pavilhão do Chá, Biblioteca Municipal e Conventinho, em execução.