Urbanização do bairro São José é tema de audiência pública

Por - em 81

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) realiza nesta terça-feira (27) a primeira audiência pública para discutir o projeto de urbanização do bairro São José. Na reunião, que será às 19h, na Escola Alice Carneiro, em Manaíra, e vai contar com a presença do prefeito Luciano Agra, a população vai conhecer e dar sugestões ao plano elaborado.

“A audiência vai começar com a apresentação do projeto para os moradores do São José e depois serão abertas as discussões para que a população possa se expressar”, explicou o secretário do Orçamento Democrático (OD), Tibério Limeira, reforçando que “essa será a primeira audiência de uma série que faremos, se for preciso, para que a população conheça e dê sugestões para o projeto”.

O secretário do OD revelou que, além do prefeito Luciano Agra, a audiência contará com a presença de vários secretários da administração municipal, como Estelizabel Bezerra (Planejamento), José Guilherme (Habitação), Marcelo Cavalcanti (Infraestrutura), além do coordenador executivo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em João Pessoa, Glauco Rogério.

Viabilização – Para viabilizar o projeto de urbanização do bairro São José, na última quarta-feira (21) foram assinados pelo prefeito Luciano Agra os convênios no valor de R$ 193 milhões para obras de infraestrutura e construção de 2.961 moradias. Os recursos serão destinados pelo Governo Federal por meio da segunda etapa do PAC II e do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). As obras devem ser iniciadas no início de 2012.

A intervenção da PMJP no bairro São José será feita em duas etapas. Na primeira constam serviços como terraplenagem, construção de redes de água, esgoto e drenagem pluvial, construção de novas vias, pavimentação e construção de equipamentos comunitários, além de três pontes que vão facilitar o acesso das pessoas ao bairro de Manaíra. A duração mínima das obras deve ser de 18 meses.

A segunda será a construção de habitações, obras que demandam recursos de R$ 145 milhões, com financiamento da Caixa Econômica Federal pelo MCMV. As 2.961 unidades habitacionais serão de seis tipos diferentes, com área de 40 metros quadrados (m²) a 48,10 m², inclusive com moradias específicas para portadores de deficiência. Entre as habitações serão construídas seis praças com área de dois mil a cinco mil m², com quadras poliesportivas, quadras de areia, equipamentos de ginástica, academia da terceira idade, streetball e mesas de jogos.

Para atividades culturais haverá anfiteatro ao ar livre, com arquibancadas e palco. Já as crianças terão à sua disposição playgrounds com balanços, gangorras, escorregos e barras.