PMJP realiza concurso para procurador no 2º semestre

Por - em 48

O procurador Geral do Município, Geilson Salomão, confirmou a realização de concurso para a Procuradoria Geral do Município, para o segundo semestre deste ano. O edital do concurso deverá ser divulgado dentro de 40 dias. Já a Guarda Municipal está concluindo o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) dos guardas municipais e a partir daí serão definidas as informações sobre o concurso para o órgão.

De acordo com o procurador, serão oferecidas 20 vagas para a função de Procurador Geral do Município, com remuneração em torno de R$ 8 mil. Segundo o edital, em fase de elaboração, as provas devem ocorrer em meados de setembro. “Ainda estamos preparando o edital com todas as informações referentes ao concurso, mas as provas devem ser realizadas no próximo mês de setembro”, afirmou.

Segundo Geilson Salomão, a empresa contratada para a realização do concurso foi a Fundação Carlos Chagas. “Ela é uma empresa de renome na preparação de concursos em todo o país, com seriedade e credibilidade”, afirmou.

No mês de outubro do ano passado, foi aprovada pelo prefeito Luciano Agra a Lei Orgânica da Procuradoria Geral do Município de João Pessoa (Progem), com a criação das 20 vagas para procurador – alvo do concurso – , um Conselho Geral de Procuradores, uma Corregedoria e um Centro de Estudos da Progem. A Lei também instituiu cinco áreas temáticas no órgão: Procuradoria Fiscal, do Patrimônio, Administrativa, Consultiva e Contenciosa.

“Através da Lei Orgânica, foi possível a realização deste concurso com 20 vagas para a Progem e estes profissionais irão suprir todas as necessidades da Procuradoria”, garantiu Geilson. Os novos procuradores com cargos efetivos trarão eficiência, economia e modernidade ao órgão, valorizando ainda mais a advocacia pública do município de João Pessoa, permitindo que os interesses jurídicos do município sejam cada vez mais preservados.

Guarda Municipal – O Superintendente da Guarda Municipal, Sandro Targino de Souza Chaves, afirmou que está sendo elaborado o Projeto de Lei do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da Guarda Municipal e, dentro de aproximadamente um mês, a minuta estará pronta para ser encaminhada para a Câmara Municipal para aprovação.

“Somente a partir da aprovação do PCCR, que está sendo elaborado em parceria com o Sindicato dos Guardas Municipais, que poderemos realizar o concurso. Com isso, poderemos contratar uma empresa para sua realização. Estamos fazendo um levantamento da quantidade de vagas e não temos como informar ainda qual será o salário, pois tem que ser feito estudo sobre o impacto na folha de pagamento. Quem vai definir isso será o prefeito”, afirmou Sandro Targino.