PMJP recebe helicóptero e agiliza atendimento do Samu na Capital

Por - em 37

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) recebeu oficialmente na tarde desta sexta-feira (5) o helicóptero Dell 407 da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que servirá para o transporte aeromédico realizado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A entrega foi realizada durante solenidade no 1º Grupamento de Engenharia de Construção da Paraíba, no bairro de Tambauzinho. A aquisição da aeronave resultará em diminuição do tempo médio de atendimento aos casos de urgência e emergência não apenas na Capital, mas em um raio de aproximadamente 300 quilômetros.

Com o helicóptero será possível realizar atendimentos de urgência, transporte de órgãos destinados a transplantes e, em casos excepcionais, combater crimes em todo o Estado. O representante da PRF, Sérgio Max, afirmou que João Pessoa passa a ser a quinta base da Divisão de Operações Aéreas da PRF ao lado de Recife (PE), Florianópolis (SC), São José dos Campos (SP) e Curitiba (PR), devido à qualidade dos serviços do Samu na Capital. “O grande mérito desta cidade é ter um Samu como serviço de excelência. Com essa parceria o que nós queremos é levar o serviço de urgência não só aos que mais precisam, mas a toda a população”, disse.

O prefeito Ricardo Coutinho (PSB) enfatizou o importante trabalho desenvolvido pelos profissionais que integram o Samu e a aquisição deste novo equipamento se soma a uma série de melhorias que objetivam otimizar o trabalho das equipes e manter a credibilidade que o serviço tem perante à população. “É importante destacarmos o envolvimento, a competência e o compromisso desses profissionais do Samu. Em todas as circunstâncias, o Samu está sempre presente, construindo a credibilidade do serviço público nesta cidade, mas é preciso regular o uso do equipamento e pactuar com outros Samus o uso correto e a respectiva responsabilidade”, afirmou.

Orçada em R$ 6 milhões, a aeronave contará com um piloto, co-piloto, operador de vôo e a tripulação da área da saúde. O coordenador de Resgate da PRF, Getúlio Câmara, ressaltou que a parceria reduzirá considerável o tempo médio de atendimento de pessoas em situação de urgência. “Acreditamos que as chances de sobrevida de um acidentado será maior com a agilidade que essa aeronave propicia através dessa congregação de forças entre a Polícia Rodoviária Federal, a Prefeitura e o Samu”.