PMJP recebe listas de inscritos através de movimentos sociais

Por - em 53

Dois representantes de movimentos sociais entregaram, nesta terça-feira (30), à secretária da Habitação, Emília Correia Lima, listas contendo nomes de 703 cidadãos que têm a intenção de conseguir uma moradia através do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. As listas foram entregues pelo presidente do Sindicato dos Motoristas, Antônio de Pádua Dantas, e pelo coordenador executivo do Fórum de Reforma Urbana, João Deon da Silva.

A convocação aos representantes de movimentos sociais está sendo feita pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP) a fim de que seja sanado o problema da falta de moradias na capital. De acordo com a Fundação João Pinheiro, 20 mil famílias necessitam de casas em João Pessoa. O programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, está investindo R$ 34 bilhões para a construção de um milhão moradias.

De acordo com João Deon, é necessária esta participação dos movimentos sociais para que não aconteça a escolha dos contemplados de maneira equivocada. “Nós fomos convocados aqui para debater os problemas relacionados à moradia na cidade de João Pessoa. Esta iniciativa é interessante porque nossos filiados não têm casa, muito menos computadores para fazer a inscrição. É necessário nossa ajuda e também a contribuição da Prefeitura para efetivar estas inscrições”, comentou João Deon, que entregou à secretária Emília Correia Lima, 250 inscrições para o Programa.

Outra categoria que fez a entrega da demanda foi a dos motoristas, representada pelo presidente do Sindicato Antônio de Pádua Dantas. Segundo ele, são 453 associados que precisam de moradias. De acordo com Emília Correia Lima, as fichas cadastrais serão avaliadas e, em seguida, representantes da Secretaria Municipal de Habitação (Semhab) devem visitar os bairros para verificar as condições de cada inscrito e identificar quem mais necessita do imóvel. Segundo a secretária, as moradias vão ser subsidiadas pelo Governo Federal através de financiamento da Caixa Econômica Federal. As parcelas serão a partir de R$ 50,00, variando de acordo com a renda de cada inscrito.

As inscrições podem ser feitas na sede da Associação dos Sargentos e Subtenentes do Exército (ASSEX), situada a Rua Engenheiro Leonardo Arcoverde, 280, em Jaguaribe. A Prefeitura de João Pessoa já tem aprovada pela Caixa Econômica Federal a construção de várias moradias. São 80 apartamentos no Alto do Céu, em Mandacaru, na Rua José Barbalho Filho com a Avenida 10 e Avenida 4; 580 apartamentos no Bairro das Indústrias, na Rua B-11 com a Avenida das Indústrias; 80 apartamentos no Bairro dos Novais, na Rua Lourdes Meira com a Maria Tavares de Araújo; e 32 apartamentos no Bairro Esplanada, na Rua Ana Espínola Navarro com a Rua 01, (ao lado do Supermercado Makro, na BR 230). De acordo com Emília Correia Lima, a intenção da Prefeitura de João Pessoa é lutar para atender a demanda usando todos os recursos que puder.

Podem fazer a inscrição no programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, as famílias com renda de zero a três salários mínimos que não tenham sido beneficiadas em programa de habitação social do Governo, que não possuam casa própria ou financiamento em qualquer lugar do Brasil e que moram em João Pessoa há mais de 5 anos.

Documentos necessários:
RG (carteira de identidade)
CPF do titular e do cônjuge;
Certidão de casamento,
Comprovante de residência
Comprovante de renda (formal e informal)