PMJP recebe recursos de R$ 7,7 milhões para anexo da Estação Cabo Branco

Por - em 28

O Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) já repassou à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) recursos de R$ 7,7 milhões para a continuidade das obras de ampliação da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no bairro do Altiplano. O recurso é fruto de uma audiência entre o prefeito Luciano Agra e o ministro Aloizio Mercadante no dia 1º  deste mês, em Brasília. O valor corresponde a uma parcela do convênio firmado entre a PMJP e o Governo Federal em 2008, que inicialmente era de R$ 4 milhões.

A obra é executada pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) e, segundo o secretário Marcelo Cavalcanti, o aumento no valor da parcela está dentro do orçamento da obra. “O convênio da PMJP com o Ministério da Ciência e Tecnologia prevê o repasse de recursos em quatro parcelas que, inclusive, estavam com atraso. Nessa última viagem à Brasília, o prefeito Luciano Agra conseguiu a regularização da liberação dos recursos”, contou o secretário.

Marcelo Cavalcanti explicou que a ampliação da Estação Cabo Branco está orçada em cerca de R$ 18,9 milhões, incluindo a contrapartida da PMJP. “Do valor total da obra, o MCT fez um primeiro repasse de cerca de R$ 4,4 milhões e agora liberou mais R$ 7,7 milhões, o que totaliza cerca de R$ 12 milhões”, complementou o secretário.

Nova Estrutura – A ampliação da Estação Cabo Branco consiste em um prédio composto de quatro míni-auditórios, um salão de eventos, um restaurante e um terraço panorâmico, além de um lago artificial e um estacionamento. Tudo construído nos mesmos moldes do complexo original. O prédio do anexo terá uma área de 4.573 metros quadrados (m²) e o lago 2.903 m².

A ampliação foi planejada em acordo com a Lei Ambiental, que tem o objetivo de manter espécies arbóreas encontradas na região. Por isso, existe uma área de preservação dentro do perímetro das obras, com a manutenção da vegetação nativa do lugar.