PMJP recebe selo do Ministério do Meio Ambiente por programa de Gastronomia Sustentável

Por Max Oliveira - em 400

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) recebeu selo do Ministério do Meio Ambiente pelo programa de Gastronomia Sustentável: aproveitamento da polpa do coco verde como estratégia de redução de desperdício e combate à fome. O programa foi desenvolvido em 2018 nas cinco Cozinhas Comunitárias da Capital, em parceria com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB). A solenidade de entrega do selo aconteceu nesta segunda-feira (25), na Reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Na oportunidade, o secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Diego Tavares, destacou a importância da iniciativa e ressaltou o papel da política de segurança alimentar e nutricional desenvolvida pela Prefeitura de João Pessoa. Além das cinco Cozinhas Comunitárias, a Capital conta com dois Restaurantes Populares e o programa de Economia Solidária e Segurança Alimentar e Nutricional (Dessan), que oferece atendimento a milhares de pessoas.

“São dois poderes públicos muito importantes – UFPB e Prefeitura de João Pessoa, que já desenvolvem parcerias em outras áreas do conhecimento. É um reconhecimento por parte do Ministério do Meio Ambiente que mostra que estamos no caminho certo, fazendo a coisa certa. O coco possui inúmeros benefícios, colocar-los nas nossas Cozinhas Comunitárias como opção para alimentação através da polpa e suas possibilidades, mostrou-se uma prática bem sucedida”, pontuou.

O projeto contou com a participação de cerca de 100 mulheres, divididas entre as cinco Cozinhas Comunitárias da Capital – Gervásio Maia, Timbó, Bairro dos Novais, conjunto Taipa e Bela Vista. As capacitações foram oferecidas por profissionais do curso de Gastronomia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com a criação de diversos produtos a partir da polpa do coco verde, como espumantes, pudim, picolé, musse, entre outros. Com o conhecimento, as mulheres poderão comercializar seus próprios produtos e gerar renda.

A reitora da UFPB, Margarete Diniz, também destacou a importância da parceria com a Prefeitura de João Pessoa, que há seis anos desenvolve ações em beneficio da população. “No mundo inteiro parceiras dessa natureza acontecem, e a nossa é muito profícua, com resultados como esse, que na verdade foi uma chamada pública, ou seja, um processo de concorrência que o Ministério do Meio do Meio Ambiente reconheceu”, disse.