PMJP retira outdoors instalados em trecho da avenida Beira Rio

Por - em 21

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) iniciou na manhã desta quinta-feira (7), o cronograma de ações do projeto ‘João Pessoa de Cara Limpa’. A intervenção aconteceu na avenida Beira Rio com a retirada dos outdoors que estavam instalados de forma irregular em área de preservação ambiental. Nos próximos dias, a ação vai acontecer nos principais corredores da cidade, como as avenidas Epitácio Pessoa, Ruy Carneiro, Fernando Luíz Henrique, Hilton Souto Maior, entre outros.

“Estamos fazendo um mapeamento da cidade para identificar quais são as regiões afetadas por este tipo de propaganda e, quantos deles estão espalhados por toda a cidade. Não temos data definida para a retirada total, mas a prefeitura vai atuar em todas as áreas”, garantiu o secretário Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Lucius Fabiani.

A ação é executada pelas Sedurb e Secretaria de Meio Ambiente (Seman) e atende a portaria nº 001/09, de 29 de dezembro de 2009, respaldada pelo disposto no art. 66 da Lei Orgânica do Município. O objetivo é adotar medidas de combate à poluição visual provocada pelo excesso de propaganda promocional.

As empresas responsáveis pela propaganda e instalação de faixas, cartazes, outdoors, painéis, tabuletas, totens, anúncios, placas e similares dispostos em áreas e logradouros públicos sem autorização prévia da Sedurb tem até este próximo sábado (9) para serem retirados, caso não seja cumprido, o material será apreendido com risco de pagamento de multa de 50 a 500 ufir’s. A secretária adjunta da Seman, Rossana Honorato, acrescentou que a poluição visual é um dos grandes problemas enfrentados nas áreas urbanas.

“Além de prejudicar o meio ambiente e as áreas de preservação que existem dentro da cidade, como é o caso do Rio Jaguaribe (que cruza as principiais vias da cidade – Avenidas Epitácio Pessoa, Ruy Carneiro e Beira Rio), este tipo de propaganda gera uma série de problemas quando colocadas em locais inapropriados, podendo causar até mesmo acidentes no trânsito, dependendo do conteúdo da propaganda”, ressaltou Rossana.