PMJP sorteia apartamentos para 1.240 famílias no Residencial Irmã Dulce

Por - em 425

Centenas de pessoas ocuparam logo cedo a área de eventos do Sesc/Centro para aguardar o sorteio da ordem dos apartamentos para o Residencial Irmã Dulce A, B e C, no bairro Colinas do Sul. Os organizadores sortearam, inicialmente, os apartamentos destinados às pessoas com necessidades especiais, seguido dos idosos. São 1.240 famílias contempladas com casa própria pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), só nesse empreendimento. O residencial é mais um empreendimento do programa federal “Minha Casa Minha Vida” em João Pessoa e está orçado em cerca de R$ 54 milhões.

Para a dona de casa Carmem Andressa da Costa, que vai ocupar o apartamento 101 do Bloco 6, no Irmã Dulce A, a conquista da nova morada significa o resgate da sua dignidade. Ela morava de aluguel e, há cinco anos, vive numa ocupação no Bairro de Cruz das Armas. “Esse projeto traz de volta a identidade do cidadão. É uma felicidade saber que existe um gestor voltado para o social. Hoje, posso dizer que vou morar num ambiente chique, com mais quatro pessoas. Nunca possuí uma casa tão bonita”, declarou, emocionada.

O secretário de Habitação Social, José Guilherme Barbosa, destacou que, sem a construção coletiva, não conseguiria avançar. Já o secretário de Planejamento, Aldo Prestes, representando o prefeito Luciano Agra no evento, disse que o prefeito foi o mentor do empreendimento, que é fruto de suor, trabalho e dedicação. “Peço que zelem por esse imóvel. E se melhorarem de vida, não façam negócio. Devolvam o imóvel à prefeitura, para que a gente possa beneficiar uma família que esteja precisando de casa”, disse.

Infraestrutura – O novo residencial é composto por quatro unidades habitacionais, sendo duas no pavimento térreo e duas no primeiro piso. As unidades possuem 42,03 m² de área privativa e são compostas de uma sala de estar/jantar, dois quartos, um banheiro social e cozinha/área de serviço. As medições de água serão individualizadas.

O Irmã Dulce acolherá 440 famílias, distribuídas em 110 blocos. O bloco B recebe 480 famílias em 120 blocos, e o C agrupa 320 famílias em 120 blocos. Em todo o residencial, 16 pessoas vão ocupar apartamentos adaptados, por terem necessidades especiais.

O empreendimento também conta com infraestrutura básica de rede de abastecimento de água, rede de esgotamento sanitário, drenagem, pavimentação e energia elétrica/iluminação pública. No entorno do Residencial Irmã Dulce, os novos habitantes vão contar com rede de energia elétrica, coleta pública de lixo, telefone e transporte público.

Veja no link lista completa dos Sorteados