PMJP sorteia imóveis do Residencial Manacá e novos moradores comemoram

Por - em 79

 

“Agora sou a pessoa mais feliz do mundo”, foi assim que a doméstica Vera Lúcia Felix expressou seu agradecimento ao prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, logo após ter sido sorteada com apartamento de número 101 do residencial Manacá na manhã desta segunda-feira (14), no Cine Bangüê do Espaço Cultural. A moradia vai mudar a vida da doméstica e da filha que, até então, moravam de favor na casa de parentes no Bairro do Alto do Mateus.

Os 244 apartamentos do residencial Manacá, primeiro empreendimento a ser entregue na Paraíba pelo programa federal “Minha Casa Minha Vida”, tiveram sua ordem de ocupação definida nesta segunda-feira e serão entregues no próximo mês. A obra dotada de infra-estrutura custou R$ 9.028.000,00.

O prefeito Luciano Agra, fez questão de ressaltar a alegria em poder realizar o sonho da casa própria para mais de 200 famílias. “É com muita satisfação que entregamos o empreendimento que conheci ainda no mato”, disse Luciano enfatizando que o projeto de habitação hoje é um dos melhores do país. Ele relembrou que a história da habitação social se confunde com a história da Caixa Econômica Federal e citou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como o grande responsável por mudar a realidade do Nordeste no país.

Agra também destacou a relevância do projeto que prioriza a dona de casa na aquisição do imóvel. “Foi numa ação intersetorial junto às mulheres e baseada na política de inclusão que priorizamos nesta perspectiva”, ressalvou.

Para o secretário municipal de Habitação Social (SEMHAB), José Guilherme Barbosa, “elegemos mais um final de uma etapa com muita felicidade e muita luta”. Ele disse que a habitação em João Pessoa vive um momento iluminado. “Temos quase três mil moradias a ser entregue pelo programa “Minha Casa Minha Vida” e 2.077 serão entregues até o fim do ano”, informou José Guilherme que também celebrou o fato de ter, pela primeira vez, regularizado toda a primeira parte documental antes mesmo da entrega do empreendimento.

A felicidade da doméstica Vera Lúcia, primeira pessoa sorteada com o apartamento, era a mesma de dona Gloria Maria Marques da Silva que foi contemplada com um apartamento adaptado já que seu esposo é portador de necessidade especial. O casal vive de aluguel numa casa em Engenho Velho. Ela disse está muito feliz por finalmente ter sua casa própria. “Não acreditava muito que ia sair, mas me sinto gratificada. Fui conhecer e gostei. A que moro hoje não é adaptada”, comentou.

A idosa Maria da Penha Soares dos Santos paga aluguel de uma casa no bairro do Rangel. “Vou morar numa casa adaptada com um irmão deficiente e uma sobrinha. Antes de receber eu ia lá todo mês olhar minha futura casa. Hoje, que chegou o dia do sorteio, sou a pessoa mais feliz do mundo, graças a Deus”, declarou.

Marise Vicente Gonzaga, de 50 anos, que vive em Mussumagro, disse que todo passava por lá. Ela é aposentada, portadora de necessidade especial e vai morar com um primo. “Só não estou muito feliz porque meu irmão, que cuidava de mim, faleceu há um mês e não ta aqui pra ver a nossa alegria”, comentou.

Participaram também da solenidade o superintendente da Caixa Econômica Federal, Élan Ferreira, do João Alves, gerente regional do programa federal  inha Casa Minha Vida, na Paraíba, secretários municipais e lideranças do movimento de luta por moradia.