PMJP vai construir novo Centro de Juventude em Mangabeira

Por - em 240

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) lançou, nesta segunda-feira (8), o novo projeto do Centro de Juventude de Mangabeira, como parte dos eventos da Semana da Juventude, promovida pela Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer). O evento aconteceu no auditório do Centro Administrativo (CAM). Os investimentos são de R$ 1,35 milhão e o empreendimento deve ficar pronto no próximo ano.

Durante a apresentação do projeto, o prefeito Luciano Agra reforçou que a implantação de um novo Centro de Referência da Juventude em Mangabeira faz parte da política pública de juventude do governo municipal iniciada há seis anos.

“Há uma prioridade no nosso governo de promover ações que possam contribuir para o enfrentamento dos desafios que a nossa juventude têm nos dias de hoje. Criamos iniciativas como o Empreender Jovem, estamos dando continuidade aos projetos do Projovem e investindo em espaços e equipamentos de lazer nas escolas, praças e comunidades”, ressaltou.

Ainda em Mangabeira, completou Luciano Agra, a Prefeitura também já conseguiu o apoio do Ministério dos Esportes para a reforma do campo de futebol ‘Wilssão’. Outro campo de futebol que será reformado é o ‘Chico Matemático’, no Rangel.

De acordo com o secretário adjunto da Sejer, Thiago Pacheco, o novo centro será construído no mesmo local onde já funciona o centro Hilton Veloso Filho, mas com uma estrutura que atenda melhor aos jovens. “Nós poderemos ampliar a capacidade de jovens que participam das nossas oficinas e cursos de uma média de 150 para até 400”, destaca ele.

Conforme a secretária adjunta de Planejamento, Amélia de Farias, os valores a serem empregados na obra são da ordem de R$ 1,35 milhão e parte dos recursos são próprios da PMJP. “O novo prédio terá espaços mais funcionais e amplos, com a presença do verde em um ambiente ventilado, onde o jovem não vai se sentir preso”.

No projeto do centro constam um auditório com capacidade para 101 pessoas, secretaria administrativa, dois vestiários, sendo um masculino e um feminino, almoxarifado, copa e um pátio central. Haverá oito salas de aula para os cursos de corte e costura, dança, artes plásticas, serigrafia, grafite e música, além de uma estação digital e uma sala de atendimento odontológico.

Thiago Pacheco ressalta que o novo centro vai garantir um salto na qualidade das atividades desenvolvidas no Centro de Juventude de Mangabeira. “Os espaços serão mais adequados e ao lado do centro a PMJP vai construir uma praça. O que nós queremos é aumentar a integração do jovem com o centro, mantendo-os ocupados com atividades úteis para sua vida”, diz o secretário.

O Centro de Juventude de Mangabeira é utilizado por jovens dos bairros vizinhos, como Bancários e José Américo, mas a PMJP dispõe de mais quatro centros. No Rangel, há o Centro de Juventude Reuben Ramalho; nos Funcionários I, o Ilma Suzete Gama; no Alto do Mateus, o Toni Cássio Estrela e, no Valentina Figueiredo, o Adalberto Fernandes.

Segundo o secretário adjunto da Sejer, os centros são voltados para os jovens com idade de 15 a 29 anos e o contato com os usuários é feito por meio das escolas dos bairros e dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras).

Obras – A previsão de início das obras do Centro de Juventude de Mangabeira é ainda neste ano. De acordo com Amélia de Farias, em breve deve ser aberto o edital de licitação da construção do empreendimento e, com a escolha da empresa executora do serviço, o atual centro será demolido.

O coordenador do Centro de Referência da Juventude, Zulma Nunes, destacou a importância do projeto para a comunidade jovem do bairro de Mangabeira. “Este projeto é a construção de um sonho para o bairro de Mangabeira e que trará benefícios não só para a comunidade, mas para toda a população. A nossa juventude vai ganhar em muito com a implementação desta obra”, disse ele.