PMJP vai realizar a atualização da cartográfica digital da Capital

Por - em 88

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) firmou contrato para atualização e complementação da base cartográfica digital e do cadastro territorial multifinalitário da Capital. A assinatura de prestação de serviço de consultoria e engenharia aconteceu na manhã desta quarta-feira (14), no gabinete da Secretaria de Planejamento, no Centro Administrativo (CAM), em Água Fria. O serviço será realizado pelas empresas Aerocarta Engenharia de Aerolevantamentos S.A e Engemap Geoinformation, ambas de São Paulo, que foram vencedoras do processo licitatório referente à concorrência de 07/2011.

O contrato foi assinado pela necessidade da PMJP em obter mais informações qualitativas a nível cartográfico da cidade, levando-se em consideração a ampliação da malha fundiária de João Pessoa nos últimos anos. A conclusão do trabalho está prevista para dezembro de 2012.

 

O projeto está avaliado em torno de R$ 3,8 mi, dos quais a PMJP se comprometeu em destinar 10% do financiamento como forma de contra partida e os outros 90% oriundos da Caixa Econômica Federal como agente financeiro.

O trabalho de atualização dos dados será realizado por meio de aerofotos além de visitas in loco em cada residência com o intuito de confirmar os dados encontrados pelas imagens com a realidade em solo. “A PMJP enxerga nesse projeto como um dos mais estruturantes para o desenvolvimento sócio-econômico do município”, afirma o Secretário de Planejamento, Aldo Prestes.

Estudo – A Aerocarta Engenharia de Aerolevantamentos S.A trabalha com um sistema desenvolvido pela própria empresa em conjunto com a UNESP. Além disso, detém a mais alta tecnologia no processo de construção de aerofotos por trabalhar com lazer e satélite, sendo distribuidora oficial da organização Norte Americana Digital Gold. “Dentre poucos dias iremos realizar os vôos pela cidade de João Pessoa, dando início aos trabalhos”, afirmou José Luiz Alves, diretor da Engemap Geoinformation.

O projeto é gerenciado pela Secretaria de Planejamento e com o auxílio das Secretarias da Receita (Serem); Finanças (Sefin); Infraestrutura (Seinfra); Administração (Sead), Procuradoria Geral do Município e Controladoria Geral do Município que, juntas, fazem parte do conglomerado no qual buscaram recursos junto ao Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros (PNAFM).