Poeta Políbio Alves participa de evento do Ano Cultural 2011 da Sedec

Por - em 36

Na tarde dessa quarta-feira (18), com a participação do poeta Políbio Alves, a Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec) realizou o seminário “Poesia, teatro e dança no cotidiano escolar”. A atividade faz parte do Ano Cultural 2011, que este ano homenageia o poeta paraibano. O seminário aconteceu no auditório da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano.

Políbio Alves assistiu atento à exibição dos documentários sobre Ariano Suassuna, José Lins do Rego, Sérgio de Castro Pinto e Zé Ramalho, os outros homenageados pelo projeto Ano Cultural. “Ser homenageado nesse projeto é um verdadeiro sonho. Agradeço à Prefeitura de João Pessoa por isso, pois agora os alunos conhecerão a obra de um paraibano que tem orgulho de ser desta terra”, disse o poeta.

O professor, poeta e crítico literário Hildeberto Barbosa Filho, autor de vários livros na área de literatura, jornalismo e direito, falou sobre o homenageado, dando destaque especial para o livro “Varadouro”. “Trabalhar esse autor nas escolas é de suma importância, pois isso vai enriquecer a bagagem dos alunos. Eu sou encantado pelo trabalho dele e espero que todos desfrutem o máximo possível do conhecimento desse poeta”, disse ele.

Quem também estava presente na plateia era a atriz Zezita Matos. Ela também é uma das homenageadas deste ano, na área de teatro, e tem em Políbio um amigo pessoal. “Essa idéia de homenagear os artistas da terra é excelente. Com isso, a prefeitura traz para o ambiente escolar e para a comunidade um pouco dessa história, que geralmente é esquecida”, enfatizou Zezita.                                        

Além do homenageado, estiveram presentes professores de português, história e geografia, além de docentes dos Centros de Referência Infantil (Crei) e estagiários do projeto “O futuro visita o passado”.

Varadouro – O trabalho escolhido para dar suporte ao Ano Cultural foi a obra “Varadouro”, já discutida em sala de aula pelos estudantes da rede municipal de ensino. Na obra, o autor convida o leitor para participar de uma viagem lírica sobre o Rio Sanhauá, narrando acontecimentos históricos, épicos do passado e presente. Os fatos narrados pelo autor remetem à conquista e ocupação do Estado da Paraíba. Em “Varadouro”, Políbio Alves narra a história vivida por personagens que se cruzam e percorrem os mais distintos contextos. O livro integra o acervo literário das escolas municipais e será referência para todas as ações do Ano Cultural.

Políbio Alves – Poeta e contista, natural de João Pessoa e formado em Ciências Administrativas. Na literatura, encontrou sua vertente mais fértil. Considerado um profissional da palavra, Políbio Alves é autor dos livros “O que resta dos mortos” (1983), “Varadouro” (1989), “Exercício Lúdico – invenções e armadilhas” (1991) e “Passagem Branca” (2005).