Poeta Thiago de Mello participa do seminário ‘O Grito’

Por - em 97

O poeta amazonense Thiago de Mello, um dos escritores mais influentes e respeitados do país, fará uma participação especial na mesa redonda que abre o seminário “O Grito”, neste sábado (30), dentro da programação de ampliação do Complexo da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. O seminário acontece no auditório da Estação, das 9h às 18h.

O evento é idealizado pelo artista e ativista Frans Krajcberg, que traz para o evento a exposição “Natureza Extrema”, com esculturas grandiosas feitas de madeira queimada, em protesto contra o avançado desmatamento. As atividades do seminário, que está na quarta edição, têm como tema a sustentabilidade das ações de preservação das florestas brasileiras. A entrada é gratuita.

Programação – Thiago de Mello fará uma participação especial na mesa redonda de abertura, pela manhã, e Krajcberg segue palestrando à tarde. Também haverá o lançamento, no período da tarde, do documentário “O Grito Krajcberg” (2011, 63 min.), dirigido pela jornalista Renata Rocha, biógrafa do artista, com narração da cantora Maria Bethânia.

O vídeo é um manifesto sobre a luta solitária de um artista que, depois de sofrer com a tragédia do Holocausto e a vida nas ruas no Brasil, logo após a imigração, trocou a cidade pela floresta, mesmo depois de se estabelecer como artista, para empreender uma incessante luta pelo verde.

Plantio de árvores – A pauta do seminário não vai se limitar às discussões teóricas. Cerca de 2,5 mil mudas de árvores nativas já foram plantadas em João Pessoa – e outras 2,5 mil serão distribuídas até 7 de julho, como já é tradição desde as primeiras edições do seminário, realizado em outras cidades brasileiras.

O trabalho de plantio de árvores está sendo desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente de João Pessoa (Semam) em vários bairros, principalmente nas áreas de reflorestamento, como os Parques Cuiá e Cabo Branco-Altiplano. “A distribuição das mudas foi um pré-requisito de Krajcberg para vir a João Pessoa”, disse Lúcia França, vice-diretora e curadora da Estação.

Luta – Dedicado há décadas à causa ambiental, o artista e ativista Frans Krajcberg chega aos 91 anos defendendo a preservação da natureza. Ele acredita que a humanidade caminha para a destruição das florestas que ainda existem e que as pessoas precisam se conscientizar de sua responsabilidade quanto às condições de vida em um futuro próximo. “Estou convencido de que a humanidade pode criar um futuro mais próspero, garantindo a sua própria sobrevivência. Para isso, precisamos reexaminar as grandes questões do meio ambiente e formular soluções realistas”, disse Krajcberg. 

Programação:

9h: Mesa redonda com o poeta Thiago de Mello, o artista plástico Frans Krajcberg, a coordenadora do seminário, Lucenilde Araújo, e o secretário da Semam, Joacio Morais Júnior.

10h: apresentação do Grupo de Saxofones do IFPB

15h: palestra de Frans Krajcberg “O Grito”

16h: lançamento do documentário “O Grito Krajcberg”, de Renata Rocha

18h: apresentação da Orquestra de Câmara de João Pessoa

Contato:

Lucenilde Araújo, coordenadora geral do “Seminário O Grito” – (73) 9996-5408 ou (73) 3208-1320. E-mail: cheirodemar@uol.com.br