Ponto “Cem”tífico da PMJP movimenta Centro da Capital até fim do mês

Por - em 38

Iniciação científica e qualificação para o mercado de trabalho são alguns dos objetivos a serem alcançados pelo projeto Ponto “Cem”tífico, lançado na manhã desta segunda-feira (03), no Ponto de Cem Réis. O evento é comemorativo à Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, com o tema “Mudanças Climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos”, mas a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) vai realizar cursos, oficinas, workshops, palestras e apresentações culturais até o próximo dia 28, com a entrega de 400 certificados. As inscrições estão abertas e a programação ocorre de segunda a sexta-feira das 8h às 18h e, aos sábados, das 9h às 13h.

“Nós queremos levar o conhecimento científico e tecnológico à população de João Pessoa e por isso trouxemos diversas ações que realizamos em nossa gestão. Mas no Ponto de Cem Réis muito mais pessoas terão acesso a estas informações de ciência e tecnologia, podendo se capacitar para a vida pessoal, porque aqui estamos tratando também de uma iniciação, mas também na vida profissional, porque alguns cursos podem gerar trabalho e renda”, frisou o secretário de Ciência e Tecnologia, Marconi Maia.

De acordo com ele, na montagem da estrutura no Ponto de Cem Réis, diversas pessoas já demonstraram interesse e já queriam fazer as inscrições nos cursos e oficinas. Marconi Maia disse que serão entregues em torno de 400 certificados de participação. “Estamos trabalhando com políticas públicas sérias, com dignidade e fácil acesso aos cidadãos”.

O Ponto “Cem”tífico é formado pelos projetos da Secitec (Estações Digitais, Casa Brasil e Estação da Moda), com a participação de órgãos municipais, entre eles, a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, Departamento de  Gestão Curricular e Departamento de Informática Educativa da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Sedec), Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) e Secretaria de Meio Ambiente (Semam).

Uma das usuárias das estações digitais, Maria Angélica, representou todos os alunos dos cursos da Secitec na solenidade de lançamento do projeto. “Eu agradeço muito à PMJP pela realização de todas estas atividades. Se não fosse a Estação Digital eu estaria uma ignorante na área de informática”. Já o representante dos instrutores, Vitor Santos, convidou a todos os presentes a participarem das atividades do Ponto “Cem”tífico.

O superintendente regional do Trabalho e Emprego, Inácio Machado, e o presidente da Fundação de Amparo e Pesquisa da Paraíba (Fapesq), Cláudio Furtado, destacaram a iniciativa da PMJP em difundir a ciência e a tecnologia para a população, em um esforço concentrado que dura todo o mês de outubro. “Esta é uma ação louvável e não apenas os jovens terão acesso a este tipo de conhecimento”, disse Inácio Machado. Já o deputado João Gonçalves destacou que a população é a maior beneficiada com o projeto Ponto “Cem”tífico. “Quem ganha é o povo”, falou ele.

O coordenador regional da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, Fernando Medeiros, reconheceu a ousadia da PMJP em realizar o evento pelo mês inteiro. “Em âmbito nacional o evento começa no dia 17 deste mês, mas a PMJP tem uma visão avançada em relação ao tema. O melhor de tudo é que a população terá acesso gratuito”.

No estande da Secretaria de Educação e Cultura, a coordenadora de informática educativa do Departamento de Gestão Curricular, Janilde Guedes, destacou a realização do V Workshop de Tecnologia na Educação: Novas Tecnologias, voltado aos monitores e professores da rede de ensino. “Nós temos desenvolvido um trabalho importante na área de robótica. Nossos alunos ocuparam a 14ª posição em uma competição nacional e foram a única equipe de escola pública no País a participar”, frisou ela

Participantes – O DJ de 24 anos, Alisson de Carvalho, vai aproveitar a oportunidade para se capacitar em sua área de atuação. “Quando soube que ia ter este curso para DJ corri para me inscrever, porque é gratuito e a concorrência é grande. Espero aprender bastante e melhorar a qualidade do meu trabalho”, disse ele. Segundo o instrutor do curso, Henrique de Shivas, há apenas 20 vagas disponíveis. “Na Casa Brasil a duração é dois meses, mas aqui vamos fazer algo mais dinâmico e ministrar o curso em um mês, com carga horária de 20 horas”, diz ele, que também é instrutor de produção musical.

As adolescentes Carol Ferreira e Elizabeth da Silva ficaram entusiasmadas com as atividades e se interessaram em participar dos cursos da área de informática. “A gente já usa a Estação Digital na Ilha do Bispo, mas agora queremos aprofundar um pouco neste assunto”, disse a estudante Carol.

Programação – Nesta terça-feira (4), haverá um encontro da Câmara de Ciência, Tecnologia e Informação da Paraíba, no auditório do Ponto de Cem Réis. Todos os dias haverá palestras no auditório. Na quarta-feira (5), acontece a palestra “As inserções das Mídias Digitais no Cotidiano”, às 9h e “Robótica nas Escolas: Muito mais que educação, às 14h. Na quinta-feira (6) haverá “Jogos em Redes”, pela manhã, e “Mídias Sociais na Educação”, à tarde. Já na sexta-feira (7) as palestras serão “O preço da Energia” e “Ecossistema do SL”.

Stand – Projeto Estação Digital (Secitec)

  • Curso de Design Gráfico
  • Curso de Redes Sociais
  • Oficinas de Editor de Texto
  • Oficinas de Planilha Eletrônica
  • Acesso livre à Internet

Stand – Projeto Casa Brasil João Pessoa (Secitec)

  • Laboratório de Rádio
  • Sala de leitura
  • Oficina de Multimídia
  • Oficina de Rádio
  • Oficina de Aplicativo Livre
  • Oficina de Internet
  • Acesso livre à Internet

Stand – Projeto Estação da Moda (Secitec)

  • Curso de costura de camiseta / customização
  • Oficina de Produção de Foto Beleza (antes e depois)
  • Exposições

Stand – Semam

  • Oficina Geotinta
  • Oficina Plantas Medicinais
  • Oficina Reciclagem de Papel
  • Demonstrações: Ecocine, Teto Verde, Forno Solar, Maquete Dinâmica, Mini Estação Meteorológica, Zoo que veio do lixo, Animais taxidermizados do Museu, Minhocário
  • Exposição do mini viveiro didático e do meliponário didático (abelhas nativas sem ferrão)
  • Distribuição de folders e mudas de planta nativas da Mata Atlântica

Stand – Sedes

  • Atividades de artesãos e culinaristas
  • Atividades culturais do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e dos  Centros de Referência da Cidadania (CRCs).

Stand – Sedec

  • V Workshop de Tecnologia na Educação: Novas Tecnologias na Educação
  • Oficina de Livro Virtual
  • Oficina de Hipertexto
  • Oficina tira dúvidas de Linux
  • Oficina de educação e robótica – arena robótica educacional p/ desafios
  • Mostra das Feiras de Ciência dos alunos do Ensino Fundamental I e II da rede pública