População comemora 10 dias de implantação da Integração

Por - em 28

Após dez dias da implantação do Sistema de Integração Temporal Metropolitana, os usuários de transportes coletivos urbanos de Bayeux, Santa Rita e Cabedelo comemoram a economia com as viagens que começa a refletir no orçamento das famílias. Desde o dia 1° de maio, os usuários de ônibus das seis cidades que integram o Sistema de Integração Temporal Metropolitana estão pagando apenas a metade da segunda passagem para transitar entre estes municípios. A expectativa é que o novo sistema beneficie pelo menos 250 mil pessoas.

A empregada doméstica Maria Lúcia da Silva, 40 anos, mora em Santa Rita, diariamente precisa vir a Capital, onde trabalha. “Todos os dias eu tenho que vir a capital para trabalhar numa casa de família no bairro de Manaíra. Antes da Integração, eu gastava R$ 10,00 por dia. Agora, para ir e voltar pago a metade. A gente só tem o que comemorar”, disse Maria.

Quem também está aprovando o Sistema de Integração é agricultora Esmeraldina de Sousa Araújo, 42 anos, que reside na comunidade de Capim Açu, no município do Conde. Ela diz que o Sistema chegou em boa hora. “Só pra vir do Conde para João Pessoa eu gastava R$ 3,10 com a passagens. Para não ficar pesado no orçamento, eu até evito vir muito à cidade. Com a economia que a gente vai fazer, eu virei mais vezes até a capital. Está sendo um benefício e tanto para gente que necessita de ônibus”, acrescentou Esmeraldina.

De Santa Rita a Cabedelo – “É bom demais para todo mundo. As pessoas que realmente precisam é que saíram ganhando com esse sistema”, comemorou Tranquino da Silva Neto, 33 anos. Morador no bairro de Santa Rita, ele trabalha na área portuária de Cabedelo. “É tão bom ver que as passagens estão redendo mais no cartão. Agora eu vou chegar no fim do mês sem ter que ficar recarregando o cartão que a empresa oferece para os funcionários”, declarou.

Já para a dona-de-casa que mora no município de Lucena, Maria de Fátima de Sousa, 45 anos, revela que é a sua filha quem está se beneficiando com o Sistema de Integração. “Como ela, muitos que moram em Lucena se deslocam para trabalhar aqui na Capital. Minha filha diz que gosta tanto do sistema de Integração que ela está me incentivando para adquirir também o cartão de transporte. Apesar de vir em João Pessoa somente para passear, eu acho que vou seguir o conselho dela”, declarou Maria de Fátima.