População da 10ª Região escolhe seus representantes no OD

Por - em 33

A Coordenadoria do Orçamento Democrático realizou na noite desta segunda-feira (23) na escola municipal Frei Afonso, no Roger, a nona Assembleia Popular Regional para eleição dos delegados da 10º Região.

Moradores dos bairros do Roger, Tambiá e Treze de Maio, e das comunidades Asa Branca, Comunidade do S, Felipeia, Vila Japonesa, Riachinho, Buraco da Gia e Terra do Nunca elegeram 15 representantes populares (10 titulares e 5 suplentes), que terão a função de fiscalizar a aplicação do dinheiro público e as ações que a Prefeitura de João Pessoa vem desenvolvendo.

“Em agosto, realizaremos o Planejamento Democrático, no qual os delegados e as delegadas sentarão com os secretários para discutir de que forma serão aplicados os recursos públicos, de acordo com as prioridades definidas pela população nas audiências regionais”, explicou o coordenador do Orçamento, Tibério Limeira.

A dona de casa Zuleide Paulino dos Santos, de 66 anos, foi uma das delegadas mais votadas da região. Ela é moradora da comunidade Asa Branca e disse que vai atuar para aperfeiçoar o diálogo entre moradores e gestão municipal. “Vou procurar a prefeitura sempre que se fizer necessário e vou acompanhar de perto a realização das obras da minha região”, disse.

Até o momento, já foram eleitos 226 delegados, entre titulares e suplentes em nove regiões orçamentárias. Nesta terça-feira (24), a 10ª Assembleia Regional será realizada na Escola Estadual Braz Baracuhy, no Castelo Branco (14º região).

Fogueira comunitária – Durante as Assembleias Regionais do Orçamento Democrático, a Secretaria de Meio Ambiente (Semam) vem divulgando o projeto Fogueira Comunitária, que tem o objetivo de estimular os moradores de João Pessoa a celebrarem os festejos juninos de forma coletiva. “Desta forma, vamos reaproveitar a madeira das podas, diminuindo o corte das árvores, buscando a defesa do meio ambiente e do patrimônio público”, explicou uma das coordenadoras do projeto, Aline Santos.

Para participar, os interessados devem fazer um cadastro no Centro de Estudos e Práticas Ambientais (Cepam), localizado no Parque Zoobotânico Arruda Câmara (Bica), para recebimento da lenha, que também será distribuída em pontos estratégicos das 14 regiões orçamentárias da cidade.