População reclama ao OD e empresa de ônibus é fiscalizada pela Semob

Por - em 64

Devido às reclamações de moradores da 2ª região do Orçamento Democrático (OD), a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) está intensificando a fiscalização nas linhas que atendem os bairros da Penha e da Cidade Recreio, operadas pela empresa Marcos da Silva. A decisão foi tomada depois de uma reunião entre os conselheiros da área e a Gerência da Divisão de Ônibus do órgão, esta semana.

O alvo da fiscalização será o período noturno, quando se registra o maior número de reclamações da população da região orçamentária. Segundo o gerente do setor na Semob, Francisco Alcântara, depois das 18h30, os ônibus da linha Cabo Branco, que cobrem a Penha e a Cidade Recreio, ou não cumpriam as viagens ou atrasavam os horários. “Nós temos monitorado as decisões de horários e itinerários definidos pelas empresas e, neste caso, a população estava sendo prejudicada”, frisou.

O encaminhamento da audiência foi uma reivindicação dos conselheiros do Orçamento Democrático que representam a 2ª região, composta por bairros como Tambaú, Cabo Branco, Altiplano e Jacarapé, e só foram possíveis por conta do diálogo constante entre essas representações e a população.

Alcântara informou que a fiscalização está sendo feita todos os dias, sem identificação dos fiscais. O objetivo é comprovar se a orientação da Semob está sendo cumprida pela empresa. Além de verificar o cumprimento dos horários, os fiscais estão incumbidos de observar se a viagem extra decidida durante a reunião está sendo mantida.

Qualquer denúncia ou reclamação sobre a qualidade dos transportes públicos que atendem os 64 bairros da capital podem ser feitos pelo telefone 0800 281 1518.