Postos da Capital são autuados por adulteração de combustíveis

Por - em 47

Dois postos da Capital foram autuados pelo Procon de João Pessoa por adulteração de combustíveis (álcool e gasolina). Os estabelecimentos foram denunciados ao órgão por consumidores que tiveram problemas por causa da má qualidade do produto, causando danos ao motor dos veículos. Os estabelecimentos pertencem a Rede Shell e Texaco. Outros postos estão sendo investigados. A ação de fiscalização está acontecendo desde o início deste mês.

A verificação da qualidade do produto é realizada pelo Laboratório de Combustíveis e Materiais (LACOM), pertencente ao Departamento de Química da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através de um convênio firmado com o Procon-JP. Após denúncias de consumidores, a equipe de fiscalização do órgão recolhe amostras de combustíveis para análise e encaminha ao laboratório, que avalia a qualidade do produto.

Após as primeiras análises do material coletado, foi identificado que dois postos da Capital estavam comercializando combustíveis com composição modificada e outros três, que foram denunciados por consumidores, estão sendo investigados. “Diante desses primeiros resultados, vamos estender a fiscalização para outros postos da cidade, mesmo que não tenham sido denunciados por consumidores, para ver como está a qualidade dos combustíveis comercializados nestes estabelecimentos”, assegurou o secretário-geral do Procon-JP, Watteau Rodrigues. A proposta é visitar o maior número possível de postos até o início de fevereiro.

Segundo ele, até agora todos os testes realizados pelo Laboratório da UFPB estão sendo pagos pelo Procon-JP, contudo, a expectativa é que nas próximas semanas seja fechado um convênio com o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), da Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça, a fim de haver liberação de recursos federais para a realização de novas coletas e análises de combustíveis.