Postos são autuados por reajuste do preço da gasolina e do álcool

Por - em 20

Trinta e dois postos de combustíveis foram autuados por reajuste injustificado da gasolina comum na Capital. O menor preço do produto, que era R$ 2,090 na última segunda-feira (25), é encontrado nesta quinta-feira (28) por R$ 2,174, conforme revelou pesquisa de preço divulgada pelo Procon de João Pessoa.
 
De acordo com o levantamento, 49 postos aumentaram o preço do produto dentre os 94 pesquisados. Desde o início do ano, o Procon-JP vem realizando pesquisas semanais para monitorar os preços dos combustíveis na Capital. Nas semanas anteriores, a tendência era pela redução do valor da gasolina comum, que chegou a custar R$ 2,09.
 
Contudo, sem justificativa, os postos alinharam o preço da gasolina comum. Alguns deles, por exemplo, passaram a cobrar pelo litro do combustível R$ 2,390, quando no início desta semana, no mesmo posto, o produto custava R$ 2,09. O comparativo da pesquisa revelou ainda que 29 postos reajustaram também o preço do litro do álcool comum.
 
Diante desses fatos, o Procon-JP autuou, até a tarde desta quinta-feira (28), 32 postos de combustíveis da Capital, que terão um prazo de dez dias para apresentarem justificativa para o aumento. Eles estavam comercializando a gasolina comum com valor abaixo de R$ 2,29 e alinharam o preço do produto para R$ 2,39. Os estabelecimentos estão sujeitos a pagar multa que variam entre 200 a 3 milhões de Ufirs municipais (cada Ufir equivale a cerca de R$ 20,00).
 
Estão sendo notificadas ainda dez distribuidoras de combustíveis que atendem os postos da Capital, para que prestem esclarecimentos sobre o reajuste da gasolina e também do álcool. A pesquisa completa divulgada nesta quinta-feira pelo Procon-JP será disponibilizada na página da Prefeitura (www.joaopessoa.pb.gov.br), em Procon, no link Pesquisa de Preços.