Praça da Alimentação deve ficar pronta ainda este mês

Por - em 38

As obras de revitalização e reforma do Mercado Central, no Centro de João Pessoa, continuam em ritmo acelerado. Com a finalização do piso e o início da construção dos boxes, já é possível visualizar o projeto da Praça de Alimentação, previsto para ficar pronto neste mês de março. Outras intervenções também ocorrem nos pavilhões 1 e 5, que correspondem à Administração e o Galpão de Cereais, respectivamente. Os serviços realizados pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), numa ação da Secretaria de Infra-Estrutura (Seinfra), estão orçados em cerca de R$4,5 milhões.

Serão construídos 42 boxes na Praça de Alimentação destinados a comerciantes que hoje ocupam as calçadas ao redor do Mercado. Segundo o diretor de Obras da Seinfra, Rodrigo Marques, além do piso já foram concluídas as instalações elétricas, hidráulicas, hidrossanitárias e a drenagem pluvial. A próxima etapa será a construção de passarelas de acesso e a concretagem das pilastras de sustentação da coberta. A última etapa corresponde a instalação da cobertura metálica e a jardinagem. Esta parte das obras deve consumir R$ 1,5 milhão.

Os usuários contarão com quatro acessos, todos com rampa para facilitar o trânsito de mercadorias e de portadores de deficiências físicas, além de dois banheiros adaptados. O local comportará 42 boxes, sendo 38 destinados à comercialização de alimentos. Entre alguns deles foram reservados pequenos espaços para jardinagem.

Galpão 1 – A fachada do Mercado Central está em plena transformação com a recuperação do prédio da Administração e das calçadas, que após a reforma estarão livres para o acesso de pedestres. O prédio passa por uma completa reforma na parte estrutural, bem como nas redes de energia elétrica, hidráulica, incêndio e Internet. Segundo o diretor de Obras, o bloco esquerdo já foi concluído. Atualmente, as obras estão concentradas na recuperação de coberta, marquises, revestimentos, gesso, piso e esquadrias, além das redes elétricas e hidráulicas. O ritmo de recuperação das calçadas é lento, já que as barracas ainda estão sendo retiradas e os comerciantes relocados.

Galpão 5 – A primeira etapa do Galpão de Cereais está pronta e os 32 boxes já foram ocupados pelos comerciantes. As obras seguem em ritmo acelerado e toda a parte externa já foi recuperada. “A reforma empreendida nesta segunda etapa é igual a anterior. Toda a estrutura está sendo refeita, bem como a coberta, rede elétrica, hidráulica, de incêndio, o sistema de ventilação, piso, escadaria e rampa”, explica Marques. A intervenção nos dois galpões foi orçada em torno de R$ 3 milhões.