Preço de bebidas para festa de fim de ano varia até 178,8%, aponta Procon

Por - em 42

Os consumidores que forem aos supermercados comprar as bebidas para a festa de fim de ano vão encontrar uma variação de preço de até 178,8%, de acordo com pesquisa realizada pelo Procon de João Pessoa. O órgão fez o levantamento em mais de 100 opções de champagne, vinho, whisky, cerveja, cachaça, vodka, energético e refrigerante.

Entre as opções mais procuradas para o réveillon estão os itens de champagne, proseco e espumante, que apresentam uma diferença de preço entre os estabelecimentos pesquisados de até 104,8%. Essa maior variação foi constatada na garrafa de Miolo Terra Nova moscatel espumante, que é comercializado entre R$ 18,99 e R$ 38,90. O menor valor foi encontrado no supermercado Manaíra e o maior no Pão de Açúcar, ambos em Manaíra.

Já entre vinhos, a variação de preço nos supermercados pesquisados chega a 77,7%, no caso do Almadén Merlot nacional, que custa entre R$ 12,89 e R$ 22,90. O menor valor encontrado pelos pesquisadores foi no supermercado Bem Mais, na principal dos Bancários, e o maior no supermercado Pão de Açúcar. Com a diferença entre os estabelecimentos, os consumidores podem economizar até R$ 10 a cada garrafa do produto.

Whisky  e cerveja – O Procon-JP também verificou o preço do whisky e encontrou 61,9% de diferença de custo entre os estabelecimentos. De acordo com a pesquisa, o Grant’s é a opção que mais tem diferença de preço. A garrafa custa de R$ 36,99 a R$ 59,90, com o menor valor no supermercado Manaíra e o maior no Carrefour, no Bessa.

Já a Nova Schin é a cerveja que apresenta a maior diferença de custo entre os supermercados (21,9%). A lata de 350 ml custa de R$ 1,14 a R$ 1,39. O custo mais caro está no Carrefour e o menor foi encontrado pelos pesquisadores do Procon em dois estabelecimentos, no Extra e no Pão de Açúcar.

Várias marcas de refrigerante também foram pesquisadas pelo órgão. Os consumidores vão encontrar mais diferença de preço entre os estabelecimentos para as opções em lata. A maior variação foi na Fanta Uva, que custa de R$ 1,18 e R$ 3,29, o que representa uma diferença de 178,8%. Entre os refrigerantes de dois litros a variação percentual vai de 3,7% a 11,5%. A opção mais cara é a Coca-Cola, que custa até R$ 4,29.

Clique no link para pesquisa completa