Preços de peixes variam até 317% no comércio, revela o Procon-JP

Por - em 23

O Procon de João Pessoa (Procon-JP) divulgou pesquisa, na manhã desta sexta-feira (20), sobre o preço dos peixes e vinhos que estão sendo comercializados nos supermercados, no Mercado de Peixe de Tambaú e em outros locais da cidade, neste período que antecede a Semana Santa. O pescado teve uma variação de 317%; já a bebida registrou oscilação de 80,4%.

O levantamento foi realizado nos dias 12 e 13 deste mês, sendo pesquisados nove supermercados, quatro boxes do Mercado de Peixe de Tambaú, além da Vila de Pescadores na praia da Penha e outros seis estabelecimentos que comercializam peixes pela cidade.

O Procon-JP avaliou o preço de três formas de comercialização do pescado. O filé de peixe mais barato foi o merluza, encontrado a R$ 9,28. O mesmo tipo também estava sendo comercializado ao valor de R$ 14,99 em outro estabelecimento. Já o filé de peixe mais caro foi o de salmão, vendido a R$ 57,99. Esse mesmo peixe foi encontrado ao preço de R$ 13,90 em um supermercado da cidade.

Já o peixe inteiro, vendido com cabeça, foi encontrado por até R$ 3,00 o quilo. Nesse caso, a sardinha vendida em uma peixaria foi a opção mais barata. O mais caro foi a cioba, vendida a R$ 19,40 o quilo em um supermercado da cidade.

Dos peixes em posta, comercializados sem cabeça, a guarajuba foi a espécie encontrada com o menor preço, sendo vendida a R$ 7,97 o quilo. A cioba, mas uma vez, ficou entre os peixes mais caros, vendido por R$ 32,99 o quilo. Tanto o valor mais caro quanto o mais barato foram verificados em supermercados da cidade.

Vinho– A pesquisa identificou o vinho tinto ‘Chalisse Seco’ (nacional) como o mais barato entre as opções pesquisadas. A bebida está sendo comercializada ao preço de R$ 4,69, a garrafa. O mesmo vinho também foi encontrado no valor de R$ 7,69 em outro estabelecimento.

O vinho mais caro foi o do tipo porto, o ‘Don José’ (português), encontrado pelos pesquisados do órgão ao preço de R$ 68,98. Contudo, o mesmo vinho também foi achado em outro supermercado da cidade no valor de R$ 42,90, a garrafa.

Como os demais levantamentos realizados no comércio da Capital, o estudo completo de preços de pescados e vinhos estará disponibilizado na página da Prefeitura na Internet (www.joaopessoa.pb.gov.br), no link Procon, em Pesquisas de Preços. Os consumidores podem solicitar uma cópia da pesquisa na sede do órgão, situado à Avenida Pedro I, 331, Centro.