Prefeito acompanha chegada de famílias ao Gervásio Maia

Por - em 22

O prefeito Ricardo Coutinho (PSB) visitou, na tarde desta sexta-feira (14), o Condomínio Residencial Gervásio Maia. O equipamento começou a receber as primeiras famílias transferidas pela operação ‘Mudança de Vida’, que está beneficiando 959 famílias residentes em acampamentos de lona ou que estão ocupando prédios públicos na Capital. O trabalho de transferência continua até este domingo (16).

Ricardo Coutinho decidiu acompanhar de perto a transferência das primeiras famílias. Ele visitou os novos moradores, percorreu algumas ruas do lugar e conversou com as pessoas sobre o processo de mudança. “É uma operação muito difícil, que não depende apenas da Prefeitura. Mas, estamos garantindo uma mudança tranqüila. As pessoas estão muito felizes e isso é o que importa”, comentou.

Vida nova – A vendedora Rosa Marcílio de Brito chegou à tarde ao condomínio. Ela, a mãe, a irmã e as duas filhas moravam de aluguel e parte da mensalidade era custeada pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através do auxílio moradia. A família dela é uma das 42 cadastradas no programa e que foram contempladas com as novas casas. “É a realização de um sonho. É uma vida nova chegando. Eu já chorei muito desde que entrei aqui na minha casa. Porque agora assim: minha casa. Eu tenho uma casa”, ressaltou.

Já dona Aparecida Gomes da Silva, de 56 anos, vivia com os cinco filhos e os três netos no prédio batizado popularmente de ‘Titanic’, no bairro do Bessa. Ela foi para lá há cerca de dez anos, com outras 22 famílias que não tinham condições de pagar aluguel. Dona Aparecida conta que lutou muito para criar, sozinha, todos os filhos, morando em condições precárias. Agora, ela diz que faltam palavras para descrever o que sente. “Tem hora que eu nem acredito. Foi muito sofrimento, foram anos de muita dificuldade, quando a gente lutava para ter uma vida melhor e não tinha como. Hoje eu tenho a minha casa. Eu nunca tive uma casa. Sabe o que é isso? Chegar aos 56 anos sem nunca ter uma casa?”, indagou.

A transferência – A Secretaria de Municipal Habitação Social (Semhab) estima que até o final desta sexta cerca de 200 famílias já estejam ocupando suas casas no Residencial Gervásio Maia. A operação começou por volta das 8h da manhã e envolveu servidores de outros órgãos municipais.

A PMJP articulou junto a órgãos públicos e empresas parceiras uma frota de 60 caminhões para fazer o transporte das famílias. A mudança prossegue neste sábado (15), com concentração no acampamento Jorge Luís, no Valentina Figueiredo, onde moram 208 famílias. No domingo (16), serão deslocadas para o Gervásio Maia as 99 famílias que vivem no antigo prédio do INSS.

O Condomínio – O novo parque residencial possui 1.336 casas e uma infra-estrutura com saneamento, pavimentação das ruas principais e urbanização da área. O valor total da obra é de R$ 24.070.130,40 sendo R$ 15.426.133,22 do Governo Federal e R$ 8.643.997,18 do Governo Municipal. O equipamento é composto por Unidade de Saúde da Família (USF), um Centro Referência de Educação Infantil (Crei), uma escola com dez salas de aula, um ginásio coberto e uma praça, que serão entregues nos próximos meses.

Uma consulta feita junto à sede Caixa Econômica Federal (CEF), em Brasília (DF), apontou o Gervásio Maia como o conjunto habitacional mais completo do País, construído no Governo do presidente Lula.