Prefeito acompanha demolição de barracos e mudança dos novos moradores para o Residencial Colinas de Gramame

Por Flávio Asevêdo - em 660

A vida de 43 famílias que viviam na comunidade Ricardo Brindeiro, na Capital, começou a mudar na manhã desta terça-feira (14). Na demolição dos barracos onde moravam pelas máquinas da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) eles deram adeus às casas improvisadas, de extrema vulnerabilidade social e de insegurança. Nas bagagens rumo ao Residencial Colinas de Gramame, entregue nesta segunda-feira (13) pelo prefeito Luciano Cartaxo, eles levaram não apenas pertences, mas principalmente os planos de uma vida melhor, digna e repleta de sonhos para serem conquistados.

O prefeito Luciano Cartaxo acompanhou a demolição dos barracos na ocupação localizada no bairro Colinas do Sul, em mais uma área de risco que a atual gestão põe fim. Ele conferiu de perto o misto de tristeza pela despedida de um espaço que marcou a vida destas pessoas, mas, principalmente, a alegria na esperança do que lhes reserva o futuro nos novos lares entregues pela PMJP, dentro do maior programa habitacional da história de João Pessoa. A gestão já superou a marca de seis mil unidades habitacionais entregues desde 2013, beneficiando mais de 24 mil pessoas, em um investimento de mais de meio bilhão de reais.

Somente no Residencial Colinas de Gramame foram entregues, nesta segunda, as chaves de 432 apartamentos, transformando a vida de 1.800 pessoas. Além das 43 famílias da ocupação da comunidade Ricardo Brindeiro, outras 389 também foram contempladas e estão realizando o sonho de morar na casa própria. Entre estas, 100 apartamentos foram reservados para famílias de pessoas com algum tipo de deficiência, de bebês com microcefalia, pessoas LGBT em situação de vulnerabilidade ou de rua, cadeirantes, e outros. No residencial, além de todos os espaços adaptados, destaca-se a qualidade dos apartamentos e dos espaços de uso comum, pois os moradores contam também com playground, quadra de esportes, salão de festas e área de convivência.

“É um momento muito feliz para a gente, pois estamos tendo a oportunidade de transformar a vida de muitas famílias. Estamos falando de pessoas que viviam em espaços a céu aberto, onde corria esgoto por dentro de suas casas, totalmente improvisadas, mas que agora ganharam uma nova vida. É uma nova realidade para estas famílias que estão se mudando para o Residencial Colinas de Gramame. Lá, eles viverão em um ambiente acolhedor, com um excelente padrão de qualidade, onde as crianças, que estão começando suas vidas, poderão sonhar com um futuro melhor”, afirmou Luciano Cartaxo.

Uma das pessoas que deu adeus à vida na ocupação é Jéssica da Silva Correia. Para ela, o novo endereço é realmente uma mudança de vida. “Aqui minha vida vai mudar totalmente. Deixei muita coisa do meu passado no barraco e para só estou trazendo as coisas boas”, afirmou. Jéssica tem 27 anos e é mãe de quatro filhos, com idades entre cinco e 11 anos. Segundo ela, viver na ocupação, em uma casa parte de lona e parte de tijolo, foi um aprendizado, mas morar na casa própria é realmente a oportunidade de oferecer um futuro melhor para as crianças. “Estou apaixonada pela minha casa. É uma vida nova daqui pra frente para meus filhos”, disse.

Menos áreas de risco, mais vida – Quando iniciou a execução do maior programa habitacional da cidade em 2013, Luciano Cartaxo se comprometeu a acabar com as áreas de risco e dar um lar digno para estas pessoas que viviam em condições insalubres, sob o risco de desabamentos e deslizamentos de barreiras. Desde então, somadas às da Comunidade Ricardo Brindeiro, 3.338 famílias já mudaram de vida ao ganhar um novo lar em um dos residenciais já entregues.

A PMJP está ainda com obras avançadas de dois residenciais que vão tirar mais famílias de áreas que historicamente ocupavam as manchetes dos noticiários em virtude dos riscos e problemas ocasionados nos períodos de chuva. O Residencial Novo São José e Saturnino de Brito oferecerão lar em segurança para mais 736 famílias. “Aceitamos o desafio e já mudamos a realidade de muitas pessoas, como no Timbó, Rua do Arame, Saturnino de Brito. O mais importante de nosso trabalho é o significado disso, o cuidado com as pessoas que mais precisam, a dedicação para oferecermos uma vida melhor para todos”, disse Luciano Cartaxo.