Prefeito anuncia a reforma do Centro Comercial de Passagem

Por - em 35

O prefeito da Capital vai dar uma boa notícia para os comerciantes e clientes do Centro Comercial de Passagem (CCP), na Lagoa. Nesta sexta-feira (24), às 10h30, no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), Luciano Agra anuncia a desapropriação do espaço e a reforma que se seguirá logo após a área se tornar de utilidade pública. Entre 2006 e 2010, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) instalou em espaços próprios, os 1.600 ambulantes cadastrados pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb).

O CCP foi inaugurado em março de 2006 com o objetivo de abrigar os comerciantes informais que ocupavam calçadas e passeios públicos nas proximidades da Lagoa do Parque Sólon de Lucena. A concepção do novo espaço foi em caráter provisório, tanto que a denominação dada era ‘de passagem’, indicando que a solução definitiva viria mais tarde.

A partir do funcionamento do CCP, os comerciantes começaram uma nova relação com os consumidores. Mercadorias protegidas e um ponto comercial fixo, com boxes, onde a clientela dispunha de maior conforto, fez o usuário eventual voltar várias vezes, para comprar. Após o CCP, a Prefeitura criou mais dois shoppings populares: o da Rua Frutuoso Barbosa (2008) – destinado a serviços (sapateiros, relojoeiros, consertos de eletroeletrônicos e outros) e o do Varadouro (2010), que abriga 604 comerciantes ambulantes.

Projeto – O projeto de reforma do CCP foi concebido pela Coordenação de Projetos Especiais da Secretaria de Planejamento (Seplan) e vai dispor de 3.314 metros quadrados. No térreo, serão 155 boxes; no 1º pavimento, 112 boxes mais um Centro de Inclusão Digital com 16 computadores, e no 2º pavimento, os usuários terão uma praça de alimentação com 24 boxes destinados a lanchonetes e pequenos restaurantes.

O projeto prevê, ainda, baterias de banheiros em todos os pavimentos, com equipamentos para portadores de necessidades especiais, rampa de acesso e escadaria. Um jardim interno e bancos em alvenaria vão garantir mais beleza e comodidade aos usuários. Após a apresentação do projeto aos comerciantes, terá início o processo licitatório para a execução da obra.