Prefeito anuncia criação do ‘Empreender Jovem’ nesta sexta

Por - em 57

O Governo Municipal de João Pessoa anuncia, nesta sexta-feira, às 10h30, no auditório da reitoria da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), um programa de crédito orientado voltado para grupos de pessoas com idade entre 18 e 29 anos, que estejam matriculados em instituições de ensino técnico, profissionalizante ou de ensino superior. O ‘Empreender Jovem’ vai oferecer financiamentos de até 26 salários mínimos para serem aplicados na implantação, modernização ou expansão de um pequeno negócio.

O lançamento da linha de crédito vai marcar a abertura da I Semana Municipal da Juventude, que será encerrada na próxima terça-feira na Praça Pedro Américo. De acordo com o prefeito Ricardo Coutinho (PSB), a geração de emprego e renda para os jovens no Brasil é um dilema. Não se contrata jovens por que não tem experiência e não se dá oportunidade do primeiro emprego para que o jovem adquira experiência, declarou. Por isso a necessidade de um programa como esse.

Os recursos para financiamento dos beneficiários do Empreender Jovem podem ser oriundos do Fundo Municipal de Apoio aos Pequenos Negócios (Fundo Empreender) ou em parceria com uma das linhas de crédito do Banco do Brasil. “Estamos assinando nesta sexta-feira um acordo de cooperação técnica firmando esta parceria”, explica Ruy Ribeiro, diretor de Fomento da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável da Produção (Sedesp).

Para ter acesso ao crédito, o interessado precisa apresentar projeto de desenvolvimento nos setores de produção, serviços e comércio. O programa prevê ainda a capacitação e a elaboração de plano negócio. Nossa preocupação maior está em preparar o jovem para a vida empresarial, diz o secretário da Sedesp, Raimundo Nunes Pereira.

O secretário se refere ao programa de formação empresarial promovido gratuitamente para os inscritos no Empreender Jovem. Antes de ter acesso ao financiamento, os futuros empreendedores participam do curso de capacitação com duração de 80 horas, divididos em quatro módulos, que vão desde gestão de negócio, a processo produtivo e marketing.

Raimundo Nunes informou ainda que o Empreender-JP já injetou na economia local cerca de R$ 7 milhões, com mais de 3 mil empréstimos realizados, o que segundo ele, daria para construir dois hospitais grandes já com equipamentos. É como se agente tivesse realizado três empréstimos e meio por dia desde o inicio da gestão, contando sábado, domingo e feriado, ressaltou.