Prefeito autoriza construção de duas praças na orla da Capital

Por - em 30

João Pessoa vai ganhar duas novas praças. Nesta segunda-feira (30), o prefeito Luciano Agra assina as autorizações das licitações para construção da nova Praça de Iemanjá, no Cabo Branco, e da Praça Sol Nascente, no Seixas. A assinatura será no auditório do Paço Municipal, a partir das 9h. Os dois projetos foram confeccionados pela Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan).

A Praça de Iemanjá é um dos pontos turísticos mais atrativos da Capital devido sua localização propiciar uma visão privilegiada da orla, além de acomodar a imagem de Iemanjá, caracterizando o uso religioso da área. Com o novo projeto, o local será todo de piso intretavado, com bancos de madeira e concreto, além de receber um deck de madeira que irá possibilitar ao visitante mais comodidade.

A proposta visa requalificar urbanisticamente a praça, deixando livre a maior área possível para contemplação, recuando o arrimo existente em alguns trechos com uma faixa variável de até 15 metros devolvendo a natureza uma faixa maior de praia e de contemplação à imagem de Iemanjá.

Segundo a Seplan, o projeto se insere dentro do contexto de implantação do Parque Cabo Branco e se adequa a preservação ambiental, protegendo os elementos costeiros frágeis, minimizando os impactos visual e ambiental na paisagem.

Sol Nascente – O trabalho na Praça do Sol Nascente, localizada no ponto mais oriental das Américas, vai consistir em devolver o espaço que já existe aos comerciantes e deixar livre a área de acesso à praia do Seixas. Além disso, a praça terá um relógio de sol, que será instalado sobre um mapa mundi para que os visitantes possam saber o horário das principais cidades do planeta. O grande objetivo da reformulação deste espaço público urbano é desenvolver o potencial para o turismo e a realização de eventos culturais e religiosos no local.

De acordo com levantamento feito pela Seplan, a área está sendo ocupada de forma precária e imprópria, conglomerando barracas/bares e estacionamentos desordenadamente, provocando prejuízos financeiros. Outro benefício do novo projeto de reurbanização da Praça do Sol Nascente será a devolução ao público do acesso livre e de circulação à praia. No tocante à questão ambiental, o projeto vai contemplar ações de combate à erosão marinha.

A Praça do Sol Nascente terá uma área total de 4.794,16 m² e também vai contar com a implantação de dois blocos formados por quiosques e banheiros públicos, que servirão como locais de trabalho para os ambulantes que hoje trabalham no local e apoio aos visitantes da praça.