Prefeito debate projeto para revitalizar o Porto do Capim

Por - em 19

O prefeito da Capital, Ricardo Coutinho (PSB), debateu durante a manhã desta terça-feira (11) o projeto de recuperação e revitalização do Porto do Capim, no Centro Histórico pessoense. Para tanto, ele manteve encontro com a comissão executiva encarregada da elaboração da proposta, na sala de reuniões do Paço Municipal, no Centro de João Pessoa.

As ações destinadas à recuperação daquele conjunto arquitetônico vão constar do projeto que deve ser concluído até a próxima semana e encaminhado à Agência Espanhola de Cooperação para o Desenvolvimento (AECD), a fim de que sejam firmados convênios nas áreas de promoção humana e preservação do patrimônio histórico.

“Cada órgão parceiro deve se comprometer com o projeto. Temos que fazer as coisas acontecerem agora. Para isso, devemos manter a união dessa comissão para sensibilizar o órgão espanhol. Estamos dando continuidade ao projeto de revitalização do Porto do Capim, que é de extrema importância para a cidade”, relatou Ricardo Coutinho.

Empenho – Já Beatriz Schwink, representante da AECD, parabenizou o Governo Municipal por unir os vários setores envolvidos na execução do projeto, o que ela ainda não havia visto em outras cidades onde a agência mantém parcerias. Ela acrescentou que a ação já virou referência e modelo para outros locais e o órgão que representa.

“Na última segunda, estivemos reunidos das 9h às 19h, com todos os representantes da comissão executiva. Fiquei impressionada com a presença e permanência de todos os secretários municipais para avaliar, discutir e levantar soluções para a revitalização de uma área que é Patrimônio Nacional. Formamos grupos temáticos: meio ambiente; patrimônio; social e urbanismo e todos arregaçaram as mangas e se uniram para quase finalizar o projeto. Depois dessa reunião, cada grupo continuou a discussão madrugada a dentro”, enfatizou Beatriz.

Presentes à reunião, além de Beatriz Schwink, o secretário-executivo de Turismo (Setur), Elzário Júnior; a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Paraíba, Eliane Castro; e a coordenadora da Comissão Permanente de Desenvolvimento do Centro Histórico (CPDCH), Sônia Gonzales, além de autoridades municipais.

Ações – O projeto total prevê investimentos para a revitalização e recuperação de toda a área, abordando todos os aspectos necessários para o desenvolvimento social, cultural e de preservação do patrimônio. Um dos objetivos é reintegrar a cidade com o rio Sanhauá, que até a década de 30 do século passado teve uma importante função portuária, agregando novas atividades ao Porto do Capim, um dos logradouros mais carentes desse tipo de ação na Capital.

As famílias que moram às margens do Sanhauá e em áreas onde o projeto vai intervir serão transferidas pela Secretaria Municipal de Habitação Social (Semhab). Nesse caso, mais de 200 famílias receberão novas moradias. Os recursos destinados à construção de 250 unidades habitacionais com toda infra-estrutura, para abrigar o pessoal relocado, virão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal.