Luciano Agra define em reunião com auxiliares ações para período de chuvas

Por - em 34

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) irá aderir à campanha estadual ‘Solidários Paraíba’, que vai arrecadar alimentos para os desabrigados das chuvas que ocorreram no último final de semana. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (18), em uma reunião entre o prefeito Luciano Agra com representantes de diversas secretarias municipais. O objetivo da reunião era fazer um diagnóstico dos efeitos da chuva na Capital e traçar encaminhamentos para ajudar as vítimas. O encontro foi no gabinete do prefeito, no Centro Administrativo Municipal (CAM), em Água Fria.

“Essa reunião é para decisões imediatas e futuras. Com isso, conseguimos acompanhar os efeitos dos danos em João Pessoa. Em um primeiro momento vamos cuidar dessas famílias fornecendo alojamentos, alimentos e cuidados médicos. Em um segundo momento, vamos planejar ações definitivas”, explica o prefeito.

Serão diversos postos de recolhimento da campanha ‘Solidários Paraíba’ em toda a cidade de João Pessoa, dentre eles a Subprefeitura, o Centro Administrativo Municipal (CAM), Terminal de Integração, Secretaria de Saúde (SMS), Mercado de Mangabeira, Paço Municipal e Centro de Comércio do Varadouro. As doações podem ser feitas a partir desta terça-feira (19).

Além da arrecadação de alimentos, a PMJP irá disponibilizar oito carros-pipa para abastecer comunidades nas cidades de João Pessoa, além de Bayeux e Santa Rita, que foram atingidas pela inundação da Estação de Marés. O prefeito Luciano Agra também já determinou encaminhamentos para que as vítimas em João Pessoa possam ingressar em programas municipais de habitação e aluguel solidário.

Na Capital, há 24 famílias desabrigas em virtudes das chuvas do fim de semana. Todas elas foram encaminhadas aos abrigos e estão recebendo assistência da PMJP. Quatro delas são da Comunidade Mumbaba (Gramame) e foram alojadas na Escola Maria Quitéria. Outras cinco famílias foram levadas para o Centro de Referência da Cidadania, no Jardim Veneza. Já 25 dos desabrigados são de famílias do Grotão e estão na escola Celso Furtado, no bairro de João Paulo II.

Ações de Saúde – Nesta terça-feira (19), agentes de saúde da Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa irão visitar as três escolas em que estão abrigadas as vítimas da chuva para ações preventivas. A iniciativa visa prevenir focos de leptospirose, doença causada por ratos que pode se proliferar nos períodos de chuva.

Boletim da Defesa Civil – Todos os dados sobre a quantidade de desabrigados, principais áreas de risco e ocorrência da Defesa Civil serão disponibilizados a partir desta terça-feira no site da PMJP (www.joaopessoa.pb.gov.br), além de boletins enviados à imprensa. As informações estarão disponíveis em dois momentos: pela manhã e ao final do dia.

Poda de árvores – Com as constantes chuvas registradas nos últimos dias, apenas uma queda de árvore foi registrada. O fato ocorreu na Avenida Pedro II, nas imediações da Mata do Buraquinho. O baixo número de ocorrência se deve às ações preventivas realizadas pela equipe da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) da PMJP.

De acordo com levantamento da secretaria, entre os dias 4 de janeiro a 18 de julho foram podadas 2.860 árvores em vários bairros da Capital. Entre os meses de maio e julho, apenas oito quedas foram registradas, mas sem danos para a população.

Estiveram presentes a reunião secretários ou representantes das Secretarias de Planejamento (Seplan), Comunicação (Secom), Educação (Sedec), Infraestrutura (Seinfra), Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur), Desenvolvimento Social (Sedes), Meio Ambiente (Semam), Superintendência de Transportes e Trânsito de João Pessoa (STTrans), Saúde (SMS), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Orçamento Democrático, Guarda Municipal, Defesa Civil, Bombeiro Civil e Bombeiro Militar.