Prefeito divulga novo calendário de ações contra dengue em JP

Por - em 21

Nesta sexta-feira (25) será realizado no auditório do Centro Administrativo Municipal, em Água Fria, às 9h, o lançamento das ações de combate à dengue para o mês de abril e maio em João Pessoa. Durante o evento, uma parceria entre as Secretarias Municipais de Saúde e de Educação e Cultura, o prefeito Luciano Agra fará a entrega de 200 kits educativos, contendo jogos de tabuleiro e de computador com o tema de combate à doença, aos diretores das escolas da rede municipal.

Também haverá apresentação do calendário das ações de combate ao mosquito nos Distritos Sanitários da Capital para os meses de abril e maio.

A diretora da Vigilância à Saúde e uma das participantes do Comitê de Acompanhamento do Plano de Contingência de Combate à Dengue de João Pessoa, Talita Tavares, destacou que dentre as ações nos distritos sanitários em combate à dengue serão realizadas buscas ativas aos focos do mosquito e caminhadas pelas principais ruas dos distritos.

As principais ações marcadas para abril, são: dia 6 no Distrito III; dia 7 no Distrito IV e dia 15 no Distrito Sanitário V. Em maio haverá duas programações: dia 13 no Distrito II e dia 20 no Distrito I.

“Além das ações dos Distritos é importante que crianças e adolescentes, que formam as faixas etárias com o maior número de casos de dengue, estejam cientes das formas de prevenção contra a dengue”, ressaltou Talita.

Kits educativos – Na oportunidade o perfeito Luciano Agra entregará aos diretores das 82 escolas e 38 creches da rede municipal de educação, o jogo de tabuleiro “Olimpíada de Combate à Dengue” e o jogo educativo de computador “Olimpíada Digital de Combate à Dengue”. Este jogo foi desenvolvido pelo setor de tecnologia educacional, voltado à conscientização dos alunos para os cuidados com os sintomas da doença e maneiras de diminuir a criação de focos de transmissão.

A ação irá beneficiar cerca de 70 mil alunos. “O principal meio para prevenir a dengue são as crianças, pois eles conseguem multiplicar a informação. Quando elas aprendem uma maneira de combater o mosquito, não apenas procuram fazer isso na escola, como fazem em casa”, destaca a secretária de Educação e Cultura, Ariane Sá.