Prefeito lança PAA em Caaporã e destaca papel da agricultura familiar

Por - em 33

Os agricultores do município de Caaporã passam a ter destino certo para o escoamento de sua produção agrícola. Através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), na modalidade Compra Direta Local da Agricultura Familiar, a Prefeitura de João Pessoa (PMJP) passa a ser o principal comprador da produção dos agricultores. O programa foi lançado pelo prefeito Luciano Agra no final da manhã desta sexta-feira (16). O investimento no programa, que vem sendo executado desde o início de março em parceria com o Governo Federal, é de R$ 2.126.911,34.

Participaram da solenidade além do prefeito Luciano Agra, o secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Lau Siqueira, o vice-prefeito de Caaporã, Cristiano Kiko, e outras autoridades. O prefeito Luciano Agra disse que o programa vai beneficiar cerca de 240 famílias dos produtores rurais de Alhandra, Pitimbu e Pedras de Fogo, sendo que 50 da cidade de Caaporã. “Estas famílias ainda receberão assistência técnica para produzir mais e com qualidade, além de terem acesso a financiamentos nas linhas de crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, o Pronaf”, destacou.

Luciano Agra lembrou ainda da importância do programa para o município de Caaporã, onde os agricultores envolvidos no programa poderão produzir sem receio de perder seus produtos por falta de compradores e que sem a figura do atravessador vai haver um aumento da sua margem de lucro. Desta forma haverá uma melhora na qualidade de vida de suas famílias”, declarou.

Resultado de uma parceria – O secretário de Desenvolvimento Social (Sedes), Lau Siqueira, explica que o PAA é mais um programa do governo Lula em parceria com a Prefeitura de João Pessoa. Segundo Lau Siqueira, não há dúvidas que ocorrerá um enorme impacto para as populações em situação de vulnerabilidade social da Capital e para os agricultores das cidades contempladas. O PAA da Prefeitura de João Pessoa faz parte de um conjunto de ações da Política de Segurança Alimentar e Nutricional, coordenada pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), e conta com o apoio logístico das prefeituras dos municípios produtores dos alimentos., esclareceu.

Os agricultores João Lima da Silva e Evandro Alves comemoraram a implantação do programa no município. “Para nós, agricultores, é muito importante essa parceria, agora vamos plantar sem preocupação, pois já temos para quem vender e a um preço muito bom. Antes nós vinhamos pra feira tendo que gastar com transporte, ou vendia ao atravessador por um preço muito baixo o que diminuía e muito o nosso lucro. A partir de hoje estamos muito felizes”, declararam.