Prefeito ministra aula inaugural em cursos profissionalizantes

Por - em 32

Começam nesta terça-feira (13) as oficinas dos 14 cursos profissionalizantes destinados a 658 pessoas beneficiadas pelo Programa Bolsa Família em João Pessoa. A aula inaugural aconteceu na tarde desta segunda-feira (12), no auditório Margarida Maria Alves, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba ( Fetag), Centro. O principal palestrante foi o prefeito Ricardo Coutinho (PSB).

“A cidade vem conseguindo construir um projeto consistente de emprego e renda. Essa é mais uma das ações que a prefeitura desenvolve para que os mais carentes possam se qualificar e abrir o próprio negócio ou possa competir de igual para igual no mercado de trabalho. Todos os cursos que estão sendo oferecidos foram pensados com base na oferta que o mercado vem oferecendo. Também pretendemos com essa qualificação fazer com que as pessoas não precisem mais do Bolsa Família e, com isso, abrir vaga para outras que não conseguiram anteriormente esse benefício”, explicou Ricardo.

Cerca de R$ 132 mil foram investidos no projeto, que é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) do Município, em parceria com o Governo Federal. Ao longo de três meses, dependendo da carga horária de cada curso, os participantes serão capacitados em diferentes profissões, como manicure, eletricista, entre outras. “Além de capacitar essas pessoas, a Prefeitura poderá oferecer a linha de crédito através do programa Empreender, para que elas possam gerir seu próprio negócio”, enfatizou Ricardo Coutinho.

As aulas, que serão ministradas por monitores do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), acontecem em 17 bairros da cidade, nos Centros de Referência da Cidadania (CRC), Centros de Juventude (CJ) e associações comunitárias.

“A procura foi muito grande. Existiram cursos que as vagas se encerraram em poucos dias. A proposta da Secretaria é oferecer na próxima etapa cursos que não foram disponibilizados nesta fase inicial”, garantiu o secretário de Desenvolvimento Social, Alexandre Urquiza.

Urquiza anunciou ainda outras ações complementares que vão aprimorar o projeto, como a implantação do Sine Municipal, que deverá começar a funcionar até o primeiro trimestre de 2008. O serviço fará o papel de uma agência de emprego. Outra iniciativa semelhante é a construção do Centro de Capacitação e Inclusão Produtiva em Confecção, no bairro do Alto do Mateus. “Em alguns dias, o prefeito deve autorizar o início do processo licitatório para contratar a empresa que executará a obra. O Centro servirá como apoio para as pessoas que querem se qualificar e também como local para as que já têm a profissão, mas falta o equipamento para trabalhar”, afirmou o secretário.