Prefeito vistoria conclusão das obras do Residencial Novo São José que contemplará 336 famílias

Por Flávio Asevêdo - em 2235

No início do próximo mês de julho, 336 famílias do Bairro São José passarão a viver um novo momento em suas vidas, quando a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) entregar as obras da primeira etapa do Residencial Novo São José. Construído pela atual gestão, com o objetivo de colocar fim a mais uma área de risco e oferecer um lar com dignidade para estas pessoas, a obra orçada em R$ 26 milhões está em fase final de construção e foi vistoriada, na manhã desta terça-feira (8), pelo prefeito Luciano Cartaxo. Junto ao Projeto de Urbanização, também em execução, o Bairro mudará seu perfil e oferecerá mais qualidade de vida e bem-estar para a população.

“Estamos oferecendo uma mudança significativa na vida de 336 famílias da comunidade. Não é à toa que João Pessoa conseguiu reduzir em 25% a pobreza nos últimos anos, segundo pesquisa publicada na Revista Valor Econômico. Isso mostra que nossa gestão é humanizada, que cuida das pessoas e faz os investimentos necessários em áreas essenciais como saúde, educação e habitação, como vemos neste Residencial. Estamos transformando o bairro, dando oportunidade de estas pessoas viverem com dignidade, em apartamentos de muita qualidade, com varanda, espaços de convivência, jardinagem, iluminação, ônibus na porta, toda a infraestrutura para viver melhor”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

Nesta manhã de terça-feira (8), em vistoria técnica ao lado da secretária Municipal de Habitação Social, Sachenka Bandeira, e do secretário de Infraestrutura, Cássio Andrade, o prefeito vistoriou os últimos detalhes da execução das obras e conferiu o padrão de qualidade que está sendo implantado nos apartamentos construídos pela PMJP. “Já superamos a marca de 6,6 mil casas entregues à população carente da Capital e em todos os residenciais temos percebido a mesma qualidade que atestamos aqui. Todo o material utilizado, a cerâmica, a madeira, o acabamento não fica devendo a nenhuma obra de empresa privada”, disse o prefeito.

Para realizar as obras, a Prefeitura concedeu auxílio-moradia para os moradores das áreas de risco do bairro para eles deixarem suas casas e possibilitar a construção do residencial no mesmo local. Na área, a construtora realizou um trabalho de sustentação da barreira para dar prosseguimento à construção dos apartamentos. A PMJP também inovou ao contratar, através da construtora, 30% da mão de obra entre os próprios moradores que posteriormente serão beneficiados com a entrega dos apartamentos.

A pescadora Adriana Mendonça, uma das contempladas com o apartamento, acompanhou a vistoria e falou da expectativa para morar no Residencial. “Eu morava na beira do rio e só em não ter preocupação de que vai chover e não vai mais inundar a minha casa, já é uma mudança muito grande na minha vida. São mais de 30 anos vivendo esta realidade e agora vejo que tudo vai mudar. Estou doidinha que chegue logo o dia da entrega”, declarou.