Prefeitos de João Pessoa e Bayeux discutem plano de ações integradas para os dois municípios

Por Flávio Asevêdo - em 841

A troca de experiências e a busca por parcerias que promovam um desenvolvimento integrado da Região Metropolitana foram tema de uma reunião entre o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo e o prefeito de Bayeux, Berg Lima, no início da tarde deste sábado (25), na Câmara Municipal de Bayeux. Junto aos secretários de áreas estratégicas, os gestores municipais estabeleceram uma pactuação para realizar ações referentes a temas comuns aos dois municípios.

“Ser prefeito é ter a oportunidade de melhorar a vida do povo e isso não se faz com obras faraônicas, mas sim com obras que interferem diretamente no dia-a-dia da população. Por isso que estamos aqui buscando este diálogo para identificar as ações que podemos promover em comum, porque considero João Pessoa e Bayeux como cidades irmãs e o que é bom pra uma, é bom para a outra também”, disse Luciano Cartaxo.

O prefeito da Capital falou sobre sua experiência no primeiro mandato e como conseguiu superar as dificuldades e melhorar a qualidade de vida do povo. Para ele, a palavra-chave deve ser sempre ‘planejamento’. “A incerteza política e econômica refletem muito no dia-a-dia e planejar em um momento como esse é muito difícil. Assumimos em uma realidade do país completamente diferente da atual, agora estamos em um período de grande recessão. Por isso, queremos estabelecer parcerias, partilhar os acertos e reconhecer os erros para podermos avançar mais”, declarou.

O prefeito de Bayeux destacou que o município tem grandes potencialidades, mas também problemas estruturais históricos que podem ser superados com parcerias como esta com a PMJP. “Estamos buscando como podemos crescer de mãos dadas. João Pessoa tem um case de sucesso na educação infantil e todo o projeto de governo que João Pessoa implementou com Luciano Cartaxo temos que analisar com muito carinho”, afirmou.

A reunião se estabeleceu a partir das experiências apresentadas pelos secretários municipais. Os gestores da Saúde, Educação, Finanças, Segurança, Mobilidade e Orçamento Participativo dialogaram e apresentaram um panorama municipal com foco nos trabalhos desenvolvidos e onde poderia haver convergência de ações.

O secretário de Saúde de João Pessoa, Adalberto Fulgêncio, falou da importância da união dos municípios da Região Metropolitana e sugeriu a criação de grupos de trabalho para montar planos de ações conjuntas para apresentar aos prefeitos. “Está surgindo o cidadão metropolitano, isso é uma realidade e como os prefeitos perceberam isso, vamos pensar políticas voltadas para todas as áreas para desenvolver uma maior integração”, afirmou.

O secretário de Saúde de Bayeux, Jordane Reis também enfatizou áreas nas quais busca parcerias. “Na saúde nós já trabalhamos com pactuação regional. A saúde funciona no envolvimento e articulação com os diversos municípios da região e João Pessoa tem uma questão ímpar porque é referência de média e alta complexidade. E aí vamos ter, não só pactuação, mas também articulação. Não ficaremos mais só na informalidade, vamos trabalhar construindo parcerias”, destacou.

A questão dos orçamentos municipais e as dificuldades de investimento neste período de crise em todo o país também foi discutida pelos gestores e secretários de Finanças e da Fazenda. O secretário de Bayeux, Jeandro Oliveira afirmou que o município tem problemas com a baixa arrecadação devido à evasão fiscal, além da crise, que também impacta na arrecadação.

Sérgio Ricardo, secretário das Finanças de João Pessoa, afirmou que os recursos para as prefeituras são limitados e que sem planejamento, não é possível pagar a folha, prestar serviços e investir em obras. “O mérito da gestão de Luciano foi perceber, em 2014, que o cenário estava mudando e que precisávamos nos adequar. Então desde ali, tomamos medidas para controlar os gastos e nos preparamos para a crise”, disse.

Na área da Educação, a Prefeitura de João Pessoa apresentou os investimentos como a   ampliação do número de matrículas, a expansão das creches e educação infantil, além da reestruturação da rede e melhoria pedagógica. A secretária de Educação de Bayeux, Adriana Valéria, afirmou que assumiu a função encontrando a rede precarizada, sem política estruturada de gestão de pessoas e com índices de aprendizagem baixos.

A área da segurança urbana e cidadã, com a criação da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania, em João Pessoa na gestão de Luciano Cartaxo e a reestruturação da Guarda Municipal também foi destaque e a administração de Bayeux também demonstrou interesse em parcerias e troca de informações. Os investimentos realizados em mobilidade urbana, os projetos em andamento e a cultura do diálogo com a população através do Orçamento Participativo também foram discutidos pelos gestores.

Para encerrar, o prefeito Luciano Cartaxo afirmou que estes encontros e parcerias precisam ser contínuos para que as ações se tornem realidade. “O que discutimos aqui tem que ter continuidade, outros encontros e reuniões de trabalho ainda vão ocorrer para colocarmos em prática as ações planejadas que beneficiem a população dos dois municípios”, declarou.