Prefeitura abre mostra comemorativa à Semana do Meio Ambiente

Por - em 197

A exposição “Cenas da Mata Atlântica” foi aberta nessa terça-feira (5), no primeiro pavimento da Torre Mirante da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes. A abertura da mostra, que permanece no local até o dia 5 de julho, teve a presença do prefeito Luciano Agra, artistas, ambientalistas e estudantes.

“Este governo introduziu na agenda institucional a agenda ambiental para evitar a ação predatória do poder econômico. Temos que pensar a cidade que queremos para as próximas gerações”, disse o prefeito, citando os Sistemas Municipais de Áreas Protegidas e os Parques Urbanos existentes em vários bairros como exemplos de ações sustentáveis que protegem o verde de João Pessoa.

A exposição é uma das atividades da Semana do Meio Ambiente 2012, promovida pela Secretaria de Meio Ambiente, que teve início no último domingo (3) com um passeio ciclístico saindo da Praça da Independência, em Tambiá, até o Largo da Gameleira. São realizadas oficinas de produção de mudas, origami e discussões sobre meio ambiente.

“A exposição “Cenas da Mata Atlântica” conta com fotografias captadas pelo olhar atento do biólogo Cláudio Almeida, que revelam a beleza que nem sempre conseguimos contemplar e as agressões contra esses cenários: o instante da natureza exposta, só possível de ser revelado por quem reconhece a importância do detalhe, o acabamento perfeito, a vida que se desdobra nas várias espécies de insetos, pássaros, fungos, orquídeas, bromélias e tantos outros seres vivos”.

Cláudio Almeida está há oito anos na Secretaria de Meio Ambiente de João Pessoa. Junto com a equipe da Semam, ele trabalha pela preservação e recuperação de nossas áreas verdes, sempre com esse olhar minucioso. São imagens de uma cidade bela, mas agredida pelo avanço desordenado da ação do homem e dos ciclos do tempo. “Essa exposição visa dialogar e proporcionar um período de união entre a arte e o meio ambiente, uma vez que a Mata Atlântica é tema de ambas”, disse a curadora e vice-diretora da Estação Cabo Branco, Lúcia França. “Cenas da Mata Atlântica” é também um momento em que concretizamos a parceria entre o setor público e privado, com o auxílio luxuoso da RCTec, empresa de reciclagem de resíduos eletrônicos com atuação na Paraíba desde março de 2010”, completou.

A Mata Atlântica é um dos biomas mais ameaçados do mundo. “Cumpramos então o nosso papel, de mostrar às pessoas o que temos de mais belo e, quem sabe assim, toda essa beleza desperte na gente um sentimento de cuidar”, comentou Cláudio Almeida no texto de abertura da mostra.

Mostra – A exposição está dividida em três momentos: cenas mostrando a beleza da Mata Atlântica, as agressões humanas e a restauração da natureza. São mostradas 66 imagens, destas, 50 são reveladas em papel fotográfico.

No local serão projetadas outras 728 imagens sobre módulos de superfície branca disponíveis em uma das paredes do espaço destinado à exposição. Um vídeo de 35 minutos também está sendo exibido na área da exposição. O vídeo mostra o sobrevoo realizado em João Pessoa, em outubro de 2010, realizado pela equipe da Secretaria de Meio Ambiente do município para registrar os remanescentes verdes e áreas degradadas de João Pessoa.

No ambiente da exposição, o visitante vai encontrar uma vitrine com sementes de espécies da Mata Atlântica do Viveiro Municipal e de plantas nativas devidamente identificadas e uma xiloteca do Centro de Práticas Ambientais da Semam com amostras de várias espécies de árvores.

No primeiro pavimento, o visitante é recepcionado com som ambiente com cantos de aves e músicas temáticas de John Dalgas Frish (Vozes de aves do Brasil) e do maestro Tom Jobim (Borzequim), além de Kukukaya, de autoria de Cátia de França, interpretada por Elba Ramalho e Xangai.

Serviço:

Exposição “Cenas da Mata Atlântica”

Em cartaz até 5 de julho

Local: Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes

Contato: 3214-8303

Contato para a imprensa: Cláudio Almeida, fotógrafo e biólogo (8833-3524)