Prefeitura apóia lançamento de livro de escritor cearense, terça

Por - em 66

O escritor e dramaturgo cearense Fernando Lira lança na próxima terça-feira (3), a partir das 20h, o livro ‘Os brinquedos no reino da gramática e outras peças para crianças’, em um evento que conta com o apoio da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Secretaria de Educação e Cultura (Sedec), e é organizado pela Arretado Produções Artísticas e Edilson Alves. Em troca do apoio da Sedec ao lançamento, o autor doará 100 exemplares para as escolas municipais. A obra será lançada no Centro de Cultura Municipal Teatro Ednaldo do Egypto, no Bairro de Manaíra.

O livro, conforme o autor, quer “ultrapassar os limites do palco e buscar novos públicos dentro do universo da leitura, sem perder de vista a consolidação do teatro infanto-juvenil como obra de arte. É uma proposta lúdica e estética, que transcende a intenção pedagógica”, revela ele, acrescentando que a obra contém 83 páginas e foi impressa pela Editora Foxceará.

Professores, atores e arte educadores estarão presentes no lançamento do livro. O evento inclui palestra e leitura dramática de textos autorais de Fernando Lira. ‘Os brinquedos no reino da gramática e outras peças para crianças’ é o terceiro livro do autor. Os dois primeiros foram ‘O nariz da madame e outros esquetes’ e ‘O vendedor de palavras e outras comédias’, ambos lançados em 2005.

Desafio – Como ressaltou o autor, os quatro textos compilados na obra que será lançada nesta terça-feira acentuam os traços da dramaturgia contemporânea. “Não existe mais aquela história de ser sempre cômica e com final feliz. O grande desafio é compreender a visão da criança”, observa.

Lira lembra que já são poucas as publicações com textos de dramaturgia e menos ainda aquelas destinadas às histórias infantis. Desta forma, os quatro textos que compõem o livro, todos em linguagem de teatro, estimulam a atividade de criação dos leitores. A obra também permite que as escolas montem os espetáculos e discutam a temática abordada com os alunos.

“O teatro infantil é uma obra de arte. Muitos pais querem levar o filho para que a gente dê uma mensagem moralista, mas isso tem que ser evitado por nós, embora às vezes, confesso, cometamos deslizes”, destaca o escritor. “Mas, por outro lado, muitas peças dialogam inclusive com os pais. O importante é fazer do teatro uma experiência lúdica e estética”, acrescenta.

Os textos – Os quatro textos incluídos no livro de Fernando Lira são os seguintes: ‘Miralu e a luneta encantada’, adaptado em 2000 do romance ‘A luneta mágica’, de Joaquim Manoel de Macedo; ‘Sol, lá, si mi tocar’, de 2003; ‘O fantástico circo ou hoje tem marmelada’, montado este ano pelo Grupo Abre Alas; e ‘Os brinquedos no reino da gramática’ que teve a primeira montagem em 1999, ainda com o nome de ‘O rei que não sabia ler’.

Fernando Lira tem mais de dez anos dedicado à dramaturgia. Este é o primeiro livro destinado exclusivamente ao público infanto-juvenil e o terceiro da carreira. A obra foi contemplada pelo Programa BNB de Cultura, em 2008. Depois da Capital paraibana, o autor também fará o lançamento na quarta-feira (4) no Teatro Santa Ignês, em Alagoa Grande. Nos dois eventos, a publicação estará sendo vendida por R$ 15,00.

O autor – Natural de Sobral, no Ceará, o dramaturgo Fernando Lira é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal do Ceará-UFCE (1985), além de mestre em Controle e Processo pela PUC-RJ (1990); graduado em Comunicação Social-UFCE (2000); mestre em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP (2003), com dissertação defendida na área teatral ligada à comédia.

Fernando Lira também fez curso de formação de atores do Teatro Universitário da PUC-SP (TUCA). Atualmente, é doutorando do Curso de Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), professor de Artes Cênicas do Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet) do Ceará, além de coordenar na instituição o Grupo de Pesquisa em Comicidade e Riso. O dramaturgo tanto escreve para o teatro adulto como para o infantil. Já foi premiado em categorias diversas como autor de texto original, conjunto de trabalhos, ator revelação e projeto de produção teatral.