Prefeitura da Capital mantém compromisso de cumprir Metas do Milênio

Por - em 206

Acabar com a fome, atingir o ensino básico universal, promover a igualdade entre os sexos e melhorar a saúde materna, entre outras metas, é o compromisso assumido pela gestão municipal e que já vem sendo trabalhado pela Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por determinação do prefeito Luciano Cartaxo.

Foi o que garantiu Arimateia França, coordenador de Articulação Política da Secretaria de Gestão Governamental e Articulação Política (Segap) da Prefeitura da Capital, que representou a pasta na Consulta Popular que a Organização das Nações Unidas (ONU) promoveu na manhã desta quinta-feira (7) em João Pessoa. O prefeito Luciano Cartaxo foi representado pelo vice-prefeito Nonato Bandeira no evento, que contou com a participação do embaixador da ONU, Jorge Chediek.

O evento, que foi organizado pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Segap, em parceria com o Comitê Municipal pelas Metas do Milênio, teve início às 9h no auditório do Ministério Público da Paraíba (MPPB) e reuniu, além da PMJP, representantes do MPPB, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ), de prefeituras paraibanas e instituições representativas de segmentos sociais do Estado e da Capital.

Memorando – No período da tarde, durante o ato de assinatura do memorando para o cumprimento dos ‘Oito Objetivos do Milênio’(ODM) entre o Ministério Público da Paraíba (MPPB), e o Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) foi representada pelo Secretário de Articulação Política, Rodrigo Soares.

Na ocasião, o membro titular do Comitê Municipal de João Pessoa, Michael Rodrigues, disse que a iniciativa é de relevante importância, pois irá dar transparência às ações em especial da Prefeitura Municipal de João Pessoa referente às oito metas do milênio.

Michael Rodrigues ainda ressaltou a importância do lançamento da consulta Popular pelo embaixador da ONU – Jorge Chediek – em João Pessoa, sobre os objetivos do milênio pós 2015. “Com isso, teremos uma noção de quais as políticas públicas que os líderes comunitários e sociedade querem para que tenhamos um mundo melhor”, ressaltou.

Os presidentes do MPPB, o procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, e do TCE-PB, conselheiro Fábio Nogueira, assinaram memorando de entendimentos com a Organização das Nações Unidas (ONU), representada pelo embaixador da ONU no Brasil, Jorge Chediek, com a presidente da Fundação Solidariedade e secretária executiva do ‘Movimento Nós Podemos Paraíba’ (NPPB), Beatriz Ribeiro, e com o vice-governador Rômulo Gouveia (PSD), se comprometendo a executar ações, projetos e programas para avanços das plataformas dos ODM.

Relatório – A consulta representa o primeiro passo para a elaboração de um relatório que vai nortear as políticas públicas para atingir as oito Metas do Milênio estabelecidas pela ONU. Erradicar a extrema pobreza e a fome; Atingir o ensino básico universal; Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; Reduzir a mortalidade infantil; Melhorar a saúde materna, Combater o HIV/Aids, a malária e outras doenças, Garantir a sustentabilidade ambiental e estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento são as 8 metas que devem ser atingidas por todos os países até 2015.

Na consulta popular as autoridades locais tiveram a oportunidade de interagir com lideranças comunitárias, que responderam um questionário, para, juntos, construírem um diagnóstico dos principais problemas detectados na cidade. Com o diagnóstico pronto, será disponibilizado um sistema de consulta virtual para que todos os interessados tenham acessos aos dados coletados.

“A gestão municipal se sente honrada em pensar temas para, junto com a ONU e Nós Podemos PB, já está, inclusive, pensando em metas pós 2015, metas que garantam um mundo melhor para todos”, frisou o coordenador de Articulação Política da Segap, Arimateia França.