Prefeitura de João Pessoa orienta sobre o que deve fazer quem apresentar sintomas da Covid-19

Por Rômulo Teodorico - em 956

Quando os sintomas da Covid-19 aparecem – febre, tosse, cansaço e dificuldade para respirar (em casos graves), muitas pessoas não sabem o que fazer. Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) orienta a população como agir e quais são os procedimentos necessários para procurar um atendimento médico em João Pessoa.

A primeira orientação é que antes de procurar um serviço médico, a pessoa ligue para a Central de Orientações da PMJP (3218-9214), que funciona 24 horas, ou ainda buscar atendimento na Unidade da Saúde da Família mais próxima de onde mora. Nesses serviços, a população pode tirar dúvidas sobre a Covid-19 e ter orientações de como proceder no período em que está sentido os sintomas.

Caso a situação não melhore e o paciente sentir dificuldade para respirar, a sugestão é buscar uma das quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPA). As UPAs estão localizadas nos seguintes endereços: UPA Oceania, na Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho, nº 70, Aeroclube (3214-9287); UPA Dr. Luiz Lindbergh Farias (UPA-E dos Bancários), na rua Empresário João Rodrigues Alves Bancários (3255-5111); UPA de Cruz das Armas, na  Avenida Cruz das Armas, nº 1.280 (3214-3774); e a UPA Célio Pires de Sá, na rua Estêvão Lopes Galvão, s/n, Valentina Figueiredo (3237-7068).

Se a pessoa sentir forte dificuldade para respirar, pode também acionar o Samu pelo número 192. “É importante destacar que a população só deve procurar o Samu em caso de urgência, mas se não for, o melhor a se fazer em caso de suspeita da Covid-19 é ficar em casa por 14 dias”, explica a coordenadora geral do Samu em João Pessoa, Erika Andrade.

A médica destaca também os serviços da PMJP para casos do novo Coronavírus, que atendem desde aos que estão em situação leve ou até as graves. “A prefeitura preparou tudo para receber qualquer pessoa que tiver com sintomas de gripe, seja leve ou grave. Estamos com uma central para ajudar com informações a população, além das Unidade da Saúde da Família funcionando, e as UPAs e o Samu para casos de urgência”, disse.