Prefeitura de JP entrega 96 apartamentos do Residencial Sassá na Ilha do Bispo

Por - em 313

O prefeito de João Pessoa, Luciano Agra, entrega nesta quarta-feira (23), no bairro da Ilha do Bispo, 96 apartamentos dos 288 imóveis que compõem o Residencial Maria Salete da Silva Souza (Sassá). A solenidade de entrega acontece às 16h, no local do empreendimento, situado na Avenida Oeste. A antecipação da entrega de parte dos imóveis seguiu critério de urgência para atender pessoas assentadas que estão mais próximas ao mangue, famílias que estão em casas que apresentam risco de desabamento e para aquelas que perderam sua habitação em enchentes e que estão recebendo auxílio moradia. A prioridade é para pessoas idosas e portadores de necessidades especiais que vão ocupar apartamentos térreos.

O Residencial Maria Salete (Sassá) vai abrigar nesta etapa três famílias das comunidades Vila União e Coronel Bento; sete da comunidade Tanque; sete da comunidade José Félix; sete das comunidades Mangue Seco e Nova Liberdade e mais sete das comunidades Aratu e Buraco da Gia. Outro aspecto considerado na seleção das pessoas busca preservar os laços de vizinhança. Habitantes das comunidades Coronel João Bento, Lopo Garro, Redenção e Tanque I também serão contemplados em outra etapa.

Os apartamentos do Residencial Maria Salete medem 41,46 m2 com cozinha, sala de estar/jantar, área de serviço, banheiro e quarto. A infraestrutura é dotada de esgoto sanitário, rede elétrica e abastecimento de água. O valor total do investimento é de R$12.878.776,92 e a fonte dos recursos é do Pro –Moradia. A intervenção proposta abrange 11 comunidades ribeirinhas espalhadas ao longo do Rio Sanhauá que foram levantadas em aterros sobre o mangue.

Projeto vencedor – Este residencial, pelas suas características e venceu o Prêmio “Caixa Melhores Práticas em Gestão Local”, VII edição, na versão Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) com o titulo “PAC-Vale do Sanhauá/ Ilha do Bispo. O empreendimento enfatizou a inclusão e o trabalho social na localidade. Agora concorre a etapa internacional de “Melhores Práticas 2012”, em Dubai.

Homenagem – O nome que batiza o residencial é uma homenagem a Maria Salete da Silva Souza, a Sassá, uma das lideranças dos movimentos por Moradia. Ela tinha por hábito criar poesias que versavam sobre o cotidiano de militância nos movimentos de luta por moradia. Sassá, como era carinhosamente conhecida, exerceu funções importantes no Movimento Nacional de Luta por Moradia (MNLM) ao assumir a Coordenação Estadual por seis vezes e a Coordenação Nacional por duas vezes.