Prefeitura de JP entrega novos apartamentos para 96 famílias na Ilha do Bispo

Por - em 133

O Prefeito Luciano Agra entregou nesta quarta-feira (23) os primeiros 96 apartamentos dos 288 imóveis que compõem o Residencial Maria Salete da Silva Souza (Sassá), no bairro da Ilha do Bispo. Na primeira entrega, as unidades habitacionais contemplam famílias de oito comunidades diferentes. A antecipação na entrega dos imóveis ocorreu em virtude do caráter de urgências, uma vez que as famílias beneficiadas estavam em habitações com risco de desabamento e proximidade do mangue. “Agora estamos livres de enchentes”, celebra a domésticaTatiana Ferreira.

O investimento total para a construção do residencial é de R$12.878.776,92, cuja fonte de recursos é o projeto ‘Pro-Moradia’, que é resultado de uma parceria entre Governo Federal e Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP). Com o término da construção das demais unidades habitacionais, a intervenção proposta abrange 11 comunidades ribeirinhas espalhadas ao longo do Rio Sanhauá que foram levantadas em aterros sobre o mangue.

Luciano Agra destacou que o investimento para a construção dos imóveis na área se deu por se tratar de uma área de vulnerabilidade social. “Neste primeiro momento, são quase cem famílias que agora vão poder ter uma casa e sair das áreas de risco. Esta área da Ilha do Bispo tem sofrido, constantemente, com a urbanização e sofre impactos ambientais, mas como estas novas moradias eles poderão ter mais segurança”, destacou.

Os apartamentos do Residencial Maria Salete medem 41,46 m2 com cozinha, sala de estar/jantar, área de serviço, banheiro e quarto. A infraestrutura é dotada de esgoto sanitário, rede elétrica e abastecimento de água.

Novos moradores comemoram – Os novos apartamentos entregues aos moradores de comunidades que compõem a Ilha do Bispo comemoraram o fato de não saírem da localidade. A entrega das unidades habitacionais possibilitou que os moradores não se desvinculassem do círculo comercial e de amizades as quais estavam acostumados. Os moradores também destacam as melhorias de infraestrutura a que foram beneficiados.

A empregada doméstica Tatiana Ferreira relata a série de transtornos que sofria em épocas de chuva. “Ao menos agora estamos livres de enchentes. Morávamos no meio do mangue e era horrível quando chovia. Também fiquei feliz porque não vou sair do local em que nasci e me criei”, destaca.

A comerciante Maria José Ferreira enumera uma série de benefícios que vai obter coma nova moradia. Segundo ela, a possibilidade de ter um apartamento próprio, no bairro em que residia, além de não se afastar dos pontos comerciais a que está acostumada são as maiores satisfações. “Faz muitos anos que moro nesta área. Mudar para uma casa melhor era um sonho, mas aqui dentro do bairro mesmo. Quando chovia até caranguejo eu encontrava dentro de casa”, relatou.

Homenagem à líder comunitária – O nome que batiza o residencial é uma homenagem a Maria Salete da Silva Souza, a Sassá, uma das lideranças dos movimentos por Moradia. O Prefeito Luciano Agra relatou, na ocasião da solenidade de entrega, a satisfação em colocar o nome de Sassá no conjunto de moradias. “Tenho muita satisfação em fazer essa homenagem. Ela era bastante atuante neste movimento pela moradia e vemos a possibilidade de quitar esta dívida social”, argumentou.

A filha da homenageada, Maria Helena da Silva, compareceu à solenidade de entrega e se mostrou emocionada com a homenagem. “Eu sou uma filha da Ilha do Bispo e vi a luta da minha mãe pela moradia. Estou muito orgulhosa e recebo muito feliz esta linda homenagem”, disse.