Prefeitura de JP realiza ‘Poda Programada’ para evitar acidentes

Por - em 41

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), através das Secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedurd) e Meio Ambiente (Seman), diagnosticou cinco mil árvores que serão podadas, ao longo do ano de 2012. O projeto ‘Poda Programada’ já realizou manutenção em mais de 400 árvores neste mês de janeiro, alem das podas emergenciais realizadas através do chamado da população.

O Projeto ‘Poda Programada’ passará por todos os bairros de João Pessoa em uma média de até 20 ruas por bairro. De acordo com Anderson Fontes, engenheiro agrônomo da Seman e coordenador do projeto, as árvores que foram diagnósticas apresentam risco de cair. “Esse levantamento foi feito no ano passado e não vamos esperar que a população nos convoque. É importante este monitoramento para evitarmos acidentes”, disse.

Identificação – O programa inclui serviços que vão desde a identificação de árvores doentes até a retirada total de espécies, e usa a tecnologia para identificar possíveis danos nas plantas como um tomógrafo de impulso capaz de gerar uma imagem do interior do tronco e mostrar se existe alguma lesão ou podridão que possa comprometer a árvore avaliada.

Para acelerar o processo das podas, a Seman e a Sedurb colocaram à disposição seis equipes nas ruas – quatro para atender à poda programada e duas para a poda emergencial. Nesta quarta-feira (25), apenas no bairro de Manaíra, cerca de 60 árvores foram podadas pelas equipes.

Poda emergencial – Além das árvores diagnosticadas, equipes da Seman e da Sedurb estão aptas a atender os chamados da população. Nos dias de chuvas intensas em João Pessoa, a PMJP viu dobrar o número de chamados para podar árvores. A média de a 15 ligações diárias saltou para 30.

“Com as chuvas as pessoas temem problemas e acidentes e é natural que recorram a nós para ajudar. Geralmente as pessoas ligam porque as árvores estão com galhos longos e secos, temendo acidentes. Para evitar problemas com a rede elétrica, também trabalhamos em parceria com a Energisa. Árvores velhas também preocupam as pessoas’, afirmou Anderson Fontes.

O engenheiro agrônomo da Seman ainda alerta para os cuidados ao estacionar embaixo de árvores. “Isso ocorre principalmente no Centro da cidade. As pessoas devem observar as árvores, se elas não possuem nenhuma rachadura, antes de colocar o carro embaixo para evitar acidentes” disse. “A maior percepção ocorre no caule. Se ele estiver rachado e a copa for muito grande é melhor ficar longe e acionar a Sedurb. Este tipo de ocorrência é classificado como de grau cinco, ou seja, o maior nível de risco de queda para uma árvore”, alerta Anderson.

Neste caso, os técnicos devem ser acionados por meio do telefone (83) 3218-9183 em horário comercial ou pelo telefone 0800 285 9020 da Defesa Civil Municipal. “A Sedurb se programou antes da chegada das chuvas a partir do alerta da Defesa Civil Municipal, com quem o órgão mantém constante diálogo”, explica o coordenador de Poda da Sedurb sobre a parceria entre os órgãos da PMJP. Com o chamado, as equipes da Seman e da Sedurb irão se deslocar até o local solicitado e avaliar a situação da árvore.