Prefeitura entrega 21 casas no bairro Alto do Céu, nesta quarta

Por - em 52

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Habitação Social (Semhab), entrega nesta quarta-feira (29), às 9h, 21 casas no Residencial Alvorada, no bairro Alto do Céu. Ao todo, o conjunto habitacional é composto de 55 casas. Dezenove delas foram entregues em 2011 e outras 15 devem ser finalizadas até o final deste ano. O investimento total é de R$ 1,436milhão, numa parceria entre os governos federal e municipal, pelo Programa de Subsídio de Habitação e Interesse Social (PSH). A solenidade contará com a presença do prefeito Luciano Agra.

Segundo Giovani Freires, secretário adjunto da Semhab, as famílias beneficiadas com as novas casas viviam em situação de risco, às margens do Riacho da Bomba, que fica localizado entre os bairros Padre Zé e Roger. “Quando chovia, as casas ficavam alagadas e chegavam até a aparecer animais como cobras e jacarés. A situação era de calamidade, tanto que essas pessoas já estão morando nas casas antes mesmo de fazermos a entrega simbólica”, explicou.

Habitabilidade – O secretário adjunto ressaltou que o dinheiro total investido na obra não garantiu apenas as construções das casas, mas a adequação do novo local com toda a infraestrutura necessárias. “Realizamos obras de drenagem, pavimentação, esgoto, muro de arrimo e aterramento necessários para a área”, destacou.

As novas casas possuem dois quartos, sala, banheiro, cozinha, área de serviço e quintal. No local, os novos moradores poderão contar com toda a infraestrutura necessária como ruas calçadas, água, luz, coleta de lixo, transporte, iluminação pública, escolas municipais e postos de saúde.

Meio Ambiente – Além do benefício às famílias que viviam em área de risco, a construção das casas e o deslocamento das pessoas para um novo local, proporcionou a Prefeitura Municipal a realização de um trabalho de recuperação ambiental no Riacho da Bomba. “Resolvemos o problema de moradia e ainda estamos transformando o local, antes habitado de forma inadequada, em área de preservação ambiental, em conjunto com equipes de outras secretarias”, afirmou.