Prefeitura entrega a 13ª escola reformada e ampliada na Capital

Por - em 26

Em clima de muita euforia, pais e alunos receberam nesta quinta-feira (18), das mãos do prefeito Ricardo Coutinho (PSB), a reforma e ampliação da Escola Municipal Agostinho Fonseca, na comunidade Vale das Palmeiras, bairro do Cristo Redentor. A escola se encontrava em péssimas condições e há 13 anos a comunidade reivindicava melhorias.

Jordânia Silva Sousa, mãe de alunos, agradeceu a reforma e declarou que agora se sente mais segura e confiante na educação que seus filhos vêm recebendo. “Agora meus filhos estão em uma escola decente e com um ensino de qualidade, o que irá garantir a eles um futuro melhor”, frisou.

Para o prefeito Ricardo Coutinho, a prefeitura não tem medido esforços na promoção da melhoria do ensino e da estrutura física das escolas públicas municipais, o que tem gerado credibilidade entre os pais de alunos. “É inadmissível que uma comunidade espere 10, 20, 30 anos pra ter suas necessidades mais básicas atendidas e a educação é uma necessidade primordial a todos, pois só através dela podemos construir uma sociedade democrática”, destacou.

Ricardo falou ainda de todo o investimento que tem sido feito pela prefeitura na área da educação, entre eles, a construção de 168 novas salas de aula em quatro anos. “Todo esse investimento terá seus reflexos no futuro”.

A secretária de Educação, Ariane Sá, salientou a preocupação e a boa vontade com que tem sido tratada a educação pelo município, destacando os avanços na área pedagógica. Ela lamentou o descaso por que aquela escola vinha passando há tanto tempo.

A Agostinho Fonseca , que atende 350 alunos, recebeu mudanças estruturais, a começar com a construção de uma nova fachada, muros, espaço para prática de atividades físicas todo coberto e rampa, respeitando a questão da acessibilidade. Também foram construídas uma biblioteca, mais duas salas de aula, sala de professores, diretoria e administração, além dos banheiros para os funcionários.

As antigas dependências foram totalmente reformadas, as quatro salas de aula já existentes e os banheiros dos alunos foram ampliados, bem como a cozinha, que passou a ter uma despensa e uma área de serviço. O piso e a laje do corredor também foram restaurados. O investimento foi de R$ 360 mil.