Prefeitura entrega nesta quinta 13ª escola reformada e ampliada

Por - em 21

A prefeitura de João Pessoa (PMJP) entrega nesta quinta-feira (18), às 10h, as obras de reforma e ampliação da Escola Agostinho Fonseca, no Bairro Cristo Redentor, na Comunidade Alto dos Palmares. A ação do Governo Municipal, por meio do “Programa João Pessoa Faz Escola”, atende a uma reivindicação de mais de dez anos, de acordo com o depoimento da diretora Tereza Cristina Novaes. Ela administra a unidade há 13 anos. “Nós contamos agora com uma nova escola com espaços adequados e respeito aos alunos e funcionários”, reforçou.

As mudanças estruturais na escola começaram com a construção de uma nova fachada. Os muros foram aumentados e receberam pintura nova. Mas as principais mudanças ocorreram com a construção de um espaço para prática de atividades físicas todo coberto, onde os alunos se reúnem no recreio. Também há o novo prédio que abriga a Biblioteca, salas de aula e dos professores, da diretoria e administração, além dos banheiros para os funcionários.

“Os nossos alunos não contavam com espaços adequados para estudar, agora contamos com uma biblioteca e com uma área coberta para a prática da educação física. Na hora das atividades físicas eles ficavam expostos ao sol e na chuva”, disse a diretora. As antigas dependências foram totalmente reformadas. Uma sala de aula e os banheiros dos alunos foram ampliados, bem como a cozinha que passará a ter uma uma despensa e uma área de serviço. O piso e a laje do corredor também foram restaurados. A administração da escola passou a contar novamente com uma das salas de aula que estava condenada por causa de problemas na laje. O investimento total nesta unidade foi em torno de R$ 360 mil.

A ação da Prefeitura de João Pessoa (PMJP), por meio do “Programa João Pessoa Faz Escola”, promoveu a renovação de três CREIs e a construção de quatro escolas-padrão. A escola Agostinho Fonseca Neto será a 13ª unidade entregue pela atual administração municipal. O programa conta com um investimento de R$ 22,4 milhões e prevê a recuperação de mais sete escolas, num total de 20 unidades. O programa foi criado para melhorar a qualidade do ensino e infraestrutura de toda rede escolar do município.

Foram beneficiadas as seguintes unidades: Escola Agostinho Fonseca Neto (Cristo); Frutuoso Barbosa (Ilha do Bispo); Zulmira Novais (Cruz das Armas), Luiz Mendes, Bartolomeu Gusmão, e Américo Falcão (Cristo Redentor); Índio Piragibe e Luiz Vaz de Camões (Mangabeira), Antonia Socorro Machado (Paratibe); Carlos Neves da Franca (José Américo) e Anita Trigueiro do Vale (Altiplano). Além de mais quatro escolas-padrão que beneficiaram as Comunidades João Paulo II (Funcionários II), Boa Esperança (Cristo Redentor), Cidade Verde (Mangabeira) e o Bairro dos Ipês.