Prefeitura entrega Unidade de Saúde, próxima segunda-feira

Por - em 21

Depois de receberem suas casas e uma escola municipal, agora é a vez das famílias do Residencial Gervásio Maia e localidades próximas serem beneficiadas com uma Unidade Integrada de Saúde da Família. A nova unidade do Colinas do Sul, chamada ‘Mudando de Vida’, será inaugurada na próxima segunda-feira (24), às10h. A solenidade contará com o prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB). O novo equipamento irá beneficiar até 20 mil pessoas do próprio Residencial, além dos bairros Colinas do Sul, Gramame e Engenho Velho.

Essa é a nona USF entregue à população dentro de padrão de qualidade e infra-estrutura adequadas ao atendimento básico em saúde. A obra, no valor de R$ 557 mil, foi construída com recursos do próprio município. Com objetivo de facilitar o acesso da população, a unidade funcionará das 7h30 às 17h30, sem fechar no horário de almoço.

Serão oferecidos serviços de atenção básica à saúde, como clínica geral, enfermagem, odontologia, vacinas, diabetes, hipertensão, exames laboratoriais, distribuição de medicamentos, visitas domiciliares, ações coletivas e acolhimento, que é uma escuta qualificada dos usuários que buscam atendimento na unidade. A USF também será informatizada e integrada à Central de Regulação do Município, possibilitando que o usuário já saia com o dia e a hora das consultas e exames marcados na rede de serviço especializado.

O diretor do Distrito Sanitário I, Waldson Dias de Souza, informou que o Posto de Coleta de Exames irá recolher o material e entregar o resultado na própria unidade. “Isso vai evitar que o usuário tenha que se dirigir a outro serviço para realizar o exame e buscar o resultado”, explicou.

A secretária municipal de Saúde (SMS), Roseana Meira, ressaltou que o equipamento representa a ampliação da cobertura da saúde básica a áreas então pouco assistidas como Gramame, Engenho Velho e acampamentos onde as famílias viviam embaixo de lonas. Ela acrescentou que a saúde é prioridade na atual gestão. “Ao receberem uma casa, uma escola, uma unidade de saúde, praças, saneamento e transporte, essas pessoas, que nem sequer tinham uma casa, estão conquistando a sua cidadania”, ressaltou.