Prefeitura exibe primeiro filme com audiodescrição no Projeto Estacine

Por - em 47

Com objetivo de levar cultura para todos os públicos de forma gratuita, o Projeto Estacine fará a primeira sessão aberta para portadores de necessidades especiais da visão. Nesta uarta-feira (30), a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) irá exibir o primeiro filme com audiodescrição, a partir das 14h, na sala de audiovisual no segundo pavimento da Torre Mirante da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no altiplano. Nesta primeira sessão será exibido o filme “Casa da Mãe Joana”, estrelado por Hugo Carvana.

O projeto Estacine Audiodescrição, como está sendo chamado, acontecerá sempre na última quarta-feira de cada mês com filmes audidescritivos, para que o público portador de necessidades especiais da visão possam também ter acesso às obras cinematográficas nacionais e internacionais.

A primeira exibição especial e experimental, ocorrida em abril deste ano, contou com a participação dos membros da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (FUNAD) e do Centro de Atividades Especiais Helena Holanda (CAEHH). A receptividade foi imediata, com relatos empolgados de pessoas que nunca tiveram contato com este tipo de experiência.

Como funciona -A Audiodescrição (AD) é a tradução de imagens em palavras, descrevendo todos os detalhes importantes de uma obra visual que não estejam contidos nos diálogos. Roupas, expressões, cenários, cores e tudo que possa influenciar na compreensão de um produto audiovisual são descritos para o melhor entendimento de deficientes visuais, pessoas com baixa visão, Síndrome de Down, idosos, disléxicos e qualquer outra pessoa com dificuldade de compreensão. Este recurso pode ser usado em peças, óperas, concertos, programas de televisão, comerciais, filmes e todos os outros produtos audiovisuais.

Por meio de uma segunda faixa de áudio inserida no filme, um narrador descreve durante os espaços, em silêncio, toda imagem que traga alguma relevância para o desenrolar da história contada na tela. Sem interferir nos diálogos dos personagens, o narrador ajuda o deficiente visual a compreender a obra como um todo, o que deixa de acontecer quando o recurso da Audiodescrição não é utilizado.

SERVIÇO:

PROJETO ESTACINE AUDIODESCRIÇÃO

Filme: “Casa da Mãe Joana”

Local: Sala de audiovisual da Estação Cabo Branco – Ciência Cultura e Artes

Quarta-feira (30)

Hora: 14h

Fone: 3214.8270 – 3214.8303

CONTATO PARA IMPRENSA

Rivaldo Dias – Chefe do Setor de Eventos

Fone: 8650-6749

Email: estacao.eventos@joaopessoa.pb.gov.br