Prefeitura inaugura a nova sede do Cras de Mandacaru

Por - em 59

O prefeito Luciano Agra, inaugura nesta terça-feira (28), às 9h, a sede própria do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Mandacaru, localizado na Rua Professor Alfredo Ataíde, s/n, no Alto do Céu. Cerca de R$ 70 mil foram investidos pela Prefeitura de João Pessoa (PMJP), através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), em parceria com o Governo Federal, na reforma, mobília e aquisição de equipamentos.

A casa onde será instalada a unidade foi uma doação da família Lourival Gouveia, que será homenageada com o mesmo nome. A secretária nacional de Assistência Social do Ministério de Desenvolvimento Social, Maria Luiza Rizotti, participará da solenidade.

A nova sede do Cras possui 120 m² de área construída, que conta com uma recepção, sala para oficinas, duas salas para atendimento psicossocial, uma sala para atendimento individual, e salas para acolhida, reunião e coordenação, além de copa, cozinha e um espaço de convivência no quintal da casa. O secretário de Desenvolvimento Social, Lau Siqueira, destaca que com a nova sede o objetivo é melhorar a qualidade no atendimento aos usuários e avançar na aplicação da Política Nacional da Assistência Social (PNAS).

“A PNAS é uma política publica que compreende um conjunto de ações e programas que beneficiam diretamente as camadas mais pobres da população brasileira. O Cras é um serviço estruturante de toda esta política. Como órgão articulador das redes locais, se tornou um instrumento imprescindível para que o povo brasileiro continue avançando no combate a pobreza e às diferenças sociais”, disse.

Lau explicou ainda que no Cras é desenvolvido o Programa de Atenção Integral a Família (PAIF), dirigido ao atendimento de famílias em situação de vulnerabilidade social. “Se trata de um serviço continuado da proteção social básica. O PAIF deve ser assumido e pactuado pelas diferentes esferas de governo”, explicou Lau.

Acompanhamento – A cidade de João Pessoa conta hoje com oito Cras, que fazem o acompanhamento socioassistencial das famílias integradas à rede das demais políticas públicas. Eles estão instalados nos bairros: Ilha do Bispo, Gramame, Valentina de Figueiredo, Mandacaru, Alto do Mateus, Cruz das Armas, Cristo Redentor e São José. Cada Cras acompanha 1.000 famílias ou indivíduos em situação de vulnerabilidade ou risco social e referencia cerca de 5 mil.

Entre os principais serviços oferecidos pelos Cras estão: o acompanhamento familiar; identificação de famílias em situação de vulnerabilidade e/ou risco social; reuniões com as famílias e grupos; articulação intersetorial e encaminhamento à rede socioassistencial; atividades socieducativas; visita domiciliar; atendimento psicossocial; acompanhamento de Grupos de Convivência e de Produção; vigilância social; acompanhamento de condicionalidades dos programas de transferência de renda.