Prefeitura inaugura Centro de Práticas Integrativas e Complementares no Valentina

Por - em 527

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria de Saúde (SMS), vai inaugurar na próxima segunda-feira (14), às 9h, o Centro de Práticas Integrativas e Complementares. O espaço fica localizado na Rua Ulisses Alves Pequeno, s/n, bairro do Valentina Figueiredo (prédio do antigo CAPS Caminhar). O local vai contar com profissionais da área de saúde e terapias holísticas que vão oferecer atendimento à população com o objetivo de estimular os mecanismos naturais de prevenção de doenças e de recuperação da saúde.

Segundo Vanessa Vieira, coordenadora da área de práticas integrativas e complementares da SMS, o Centro vai proporcionar um espaço harmônico para deixar o cuidado com a saúde ainda mais completo. “Nós queremos mostrar que existem outras formas de cuidar e se tratar, além da medicina tradicional. Queremos também desenvolver no usuário o autoconhecimento e o autocuidado para que ele tenha responsabilidade pela sua própria saúde. As pessoas devem entender que, na maioria das vezes, a doença é uma consequência das nossas atitudes e estilo de vida”, afirmou.

Vanessa explicou que as práticas alternativas são também conhecidas como medicina alternativa e saúde holística e estimulam o indivíduo a tirar o foco da doença e colocá-lo em si mesmo. “Ele tem que entender que não adianta consertar um problema se eu não atingir o equilíbrio. A medicina convencional trata a doença de uma forma paliativa. Já as práticas alternativas tratam o indivíduo por inteiro. Desta forma, incentivam o indivíduo a buscar o equilíbrio do corpo e mente e, consequentemente, a cura”, explicou.

Estrutura do Centro – O prédio do Centro de Práticas Alternativas e Complementares é um espaço harmônico e ligado ao meio ambiente. Possui um jardim para atividades terapêuticas ao ar livre, dois amplos salões para atividades desenvolvidas em grupo, consultórios de atendimento individuais e salas para atendimento de acupuntura e massoterapia, todos climatizados. O local possui ainda uma ‘horta mandala’, composta por plantas medicinais.

O Centro vai funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h e será acessível a toda população. Os usuários poderão comparecer pessoalmente, através de agendamento ou por encaminhamentos da rede de saúde do município.

Atividades – Serão oferecidas terapias individuais como homeopatia, biodança, bioenergética (radiesteseia, apometria quântica), terapia floral, naturoterapia (fitoterapia, trofoterapia, argiloterapia, hidroterapia, aromaterapoia, cromoterapia), reiki, massoterapia, medicina tradicional chinesa (acupuntura, auriculopuntura, uso de ventosas e moxas, sei tai) e terapias em grupo com vivências de danças circulares, rodas de terapia comunitária e ‘Cuidando do Cuidador’, Tai Chi Chuan e meditação.

Política Pública – As práticas integrativas e complementares têm origem milenar e baseiam-se no conhecimento popular. Foi a partir de reivindicações do povo e conferências nacionais de saúde que se deu a inclusão na rede pública. A Secretaria Municipal de Saúde de João Pessoa vem implantando essas terapias através de sensibilização e capacitação dos seus profissionais em diversos serviços da rede. Desde abril de 2011, funciona no Parque Zoobotânico Arruda Câmara o Núcleo de Práticas Integrativas e Complementares.

Segundo Centro – O segundo Centro de Práticas Integrativas e Complementares deve ser inaugurado no segundo semestre desde ano e será localizado na Avenida Sérgio Guerra, no bairro dos Bancários (via principal). O local terá uma área de aproximadamente 1.270 metros quadrados, com uma praça frontal e jardins externos e internos, proporcionando um clima bucólico e harmonioso. Além dos serviços já ofertados, o Centro contará com um laboratório de manipulação de medicamentos homeopáticos, florais e à base de plantas medicinais, que serão disponibilizados aos usuários da rede municipal de saúde, conforme sejam prescritos.

Saiba o que são algumas das principais terapias alternativas oferecidas através do Centro:

Homeopatia: Medicina terapêutica que busca compreender o usuário de forma integral e individualizada, utilizando medicamentos que atuam segundo o princípio da semelhança entre a ação dos medicamentos e os sintomas do usuário.

Reiki: É uma terapia baseada na canalização da energia universal (rei) através da imposição de mãos com o objetivo de restabelecer o equilíbrio energético vital de quem a recebe e, assim, restaurar o estado de equilíbrio natural (seja ele emocional, físico ou espiritual) podendo eliminar doenças e promover saúde.

Biodança: É um sistema de integração afetiva e desenvolvimento humano baseado em ‘vivências’ (experiências intensas no ‘aqui e agora’) criadas através de movimentos de dança com músicas selecionadas e através de situações de encontro não-verbal dentro de um grupo.

Terapia comunitária: É um espaço comunitário onde se procura partilhar experiências de vida e sabedoria onde cada pessoa é terapeuta de si mesmo quando conta e/ escuta histórias de vida.

Meditação: Técnica que permite ao praticante silenciar a mente e desligar-se do mundo externo voltando à atenção para dentro de si. Destacam-se como benefícios da meditação a clareza mental, o aumento da capacidade de concentração, o bem-estar físico e a capacidade criativa de seus participantes.

Acupuntura: Medicina terapêutica originária da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), compreendendo procedimentos que permitem o estímulo preciso de locais anatômicos definidos por meio da inserção de agulhas, objetivando ver a manutenção e recuperação da saúde, bem como a prevenção de agravos e doenças.

Plantas Medicinais e Fitoterapia: Medicina terapêutica caracterizada pelo uso de plantas medicinais em suas diferentes formas farmacêuticas.