Prefeitura inaugura primeiro centro de terapias complementares da Capital

Por - em 286

A Prefeitura de João Pessoa (PMJP) inaugurou na manhã desta segunda-feira (14), o primeiro Centro de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no SUS (CPICS) da Capital. O espaço é referência em especialidades naturais, que tem como intuito complementar as ações de saúde já desenvolvidas pela medicina convencional.  O equipamento público está localizado na Rua Ulisses Alves Pequeno, s/n. Valentina Figueiredo.

O prefeito Luciano Agra destacou que a implantação desta política pública de saúde é uma ação inclusiva da prefeitura. “Geralmente, apenas pessoas com melhor condição econômica costuma ter acesso a este tipo de medicina. Com implantação desta política de saúde na prefeitura é possível levar este tipo de tratamento a uma parcela maior da população”, enfatiza Agra.

O CPICS Valentina conta com consultório em homeopatia, consultório em fitoterapia, danças circulares, terapia holística (reiki, argiloterapia), terapia comunitária, grupos de ioga, medicina tradicional chinesa (acupuntura, ventosa), práticas corporais chinesas (tai chi chuan), apometria quântica, florais e massagem.

Disseminador – A diretora de Atenção à Saúde do Município, Tâmara Guedes, ressaltou que o espaço funciona também como um disseminador de informações sobre este tipo de terapia. “Não é apenas um lugar de se praticar terapias, mas também como um lugar de disseminar estas terapias. Agora as pessoas podem escolher como serão atendidas”, completa.

O atendimento é individualizado e abrange a totalidade do indivíduo, avaliando não só o aspecto físico, mas também o mental e o emocional. Além da promoção da saúde também auxiliará quadros de pacientes com uso crônico de medicamentos, sendo auxiliares no tratamento convencional.

Funcionamento – Os interessados em procurar o atendimento do CPICS Valentina precisam agendar triagem no local ou pelo telefone. Os números para contato são 3218-5873 ou 3218-5877. Funcionará em dois turnos, no horário comercial, das 7h30 às 11h30 e da 13h30 às 17h.

A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) foi criada em 2006, e o Ministério da Saúde garante o acesso gratuito a essas práticas no país através da portaria n° 971. Neste ano, foi criada também pelo MS, a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos.

Núcleo no parque – As práticas integrativas estão presentes desde 2005 em João Pessoa e no ano de 2008 foi aprovada a lei municipal n° 1665 que dispõe sobre a implantação das terapias naturais para o atendimento da população. Desde abril de 2011, o Núcleo de Práticas Integrativas e Complementares (NuPICS) funciona no Parque Arruda Câmara (Bica), fruto da parceria entre a SMS e a Secretaria do Meio Ambiente (SEMAN).